O presidente do Sporting da Covilhã, José Mendes, disse não ter intenção de se candidatar à liderança do emblema da II Liga de futebol, depois de em junho ter anunciado a recandidatura.

“Não tenho intenção de me candidatar”, disse o dirigente, há 17 anos no cargo do clube que há 15 anos consecutivos disputa o segundo escalão do futebol nacional.

Embora tenha garantido que, neste momento, não pretende apresentar-se a sufrágio, o presidente dos ‘leões da serra’ acentuou que, “enquanto for vivo”, o clube não cairá num vazio diretivo, embora tenha desafiado quem o critica a avançar.

“Quem tiver coragem, que se candidate”, frisou, em declarações à agência Lusa, José Mendes, de 62 anos. “Estou à espera que os imbecis tomem conta do clube”, ironizou.

Em junho, o presidente do emblema da Covilhã informou os sócios, durante uma assembleia-geral, que tinha a intenção de continuar, apresentando-se com uma “lista remodelada”.

José Mendes sublinhou, na altura, que tem vindo a “melhorar as contas do clube”, que “não deve rigorosamente nada a ninguém”, e, “quando passar a pasta” ao próximo presidente, espera fazê-lo “sem dívidas”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.