A Oliveirense recuperou da derrota sofrida na Covilhã (1-0) e venceu o Benfica B, que vinha de uma goleada por 4-0 ao Vilafranquense, num resultado que começou a ser construído através de uma grande penalidade concretizada por Fabinho, aos 16 minutos, tendo Agdon aumentado, aos 27.

No segundo tempo, o avançado brasileiro ‘bisou’, aos 49, e Ricardo Tavares, no regresso a Oliveira de Azeméis depois de meio ano no Estoril Praia, imitou-o à ‘bomba’, aos 55 e aos 90+3, levando a Oliveirense para o 13.º posto do campeonato.

A formação da casa até começou a partida com uma contrariedade – Wellington saiu lesionado logo aos quatro minutos, tendo sido substituído por Pedro Kadri –, mas acabaria por chegar à vantagem depois de Fabinho ter convertido o castigo máximo, após o derrube de Kalaica a Neto Costa.

As ‘águias’ tentaram estabelecer o controlo da partida e, embora revelassem algum desacerto na fase de construção, Tiago Dantas, em transição, surgiu em boa posição, ainda fora de área, e rematou colocado para uma boa estirada de Coelho.

Não abdicando dos princípios de posse de bola, os ‘bês’ do Benfica voltaram a errar, desta vez em zona proibitiva, e Agdon aproveitou para seguir isolado, enganou Svilar e ‘picou’ por cima do guarda-redes.

No segundo tempo, o brasileiro aproveitou um contra-ataque lançado por Fabinho, seguiu isolado e finalizou rasteiro à saída de Svilar, que, pouco depois, evitou o golo de Sérgio Ribeiro com uma grande defesa.

Ainda assim, o belga nada pôde fazer quando Ricardo Tavares, já dentro da grande área, atirou forte e cruzado com a bola a entrar no canto superior da baliza, assinalando à ‘bomba’ o regresso a Oliveira de Azeméis.

Os ‘locais’ baixaram linhas e procuraram contra-ataques, enquanto os desinspirados benfiquistas tinham dificuldades em criar lances de perigo, com Tiago Dantas, Daniel dos Anjos e Martin Chrien a serem dos mais inconformados, mas a mostrarem falta de pontaria, ou quando a tinham, o guarda-redes Coelho respondia à altura.

Ainda antes do final da partida, Sérgio Ribeiro desperdiçou uma grande oportunidade na ‘cara’ de Svilar e, já em tempo de compensação, Malele cruzou rasteiro para a entrada da área, onde apareceu Ricardo Tavares que ‘disparou’ para o quinto golo.

Jogo realizado no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis.

Oliveirense – Benfica B: 5-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

Fabinho, aos 16 minutos.

Agdon, 27.

Agdon, 49.

Ricardo Tavares, 55.

Ricardo Tavares, 90+3.

Equipas:

- Oliveirense: Coelho, Alemão, Sérgio Silva, Wellington (Pedro Kadri, 07), Ricardo Tavares, Filipe Gonçalves, Diogo Clemente, Fabinho, Agdon (Serginho, 82), Neto Costa (Cephas Malele, 70) e Sérgio Ribeiro.

(Suplentes: Bruno Vale, Pedro Kadri, Serginho, Miguel Silva, Leandro Silva, Obi e Cephas Malele.)

Treinador: Pedro Miguel.

- Benfica B: Svilar, João Ferreira, Kalaica, Morato, Frimpong, Rafael Brito, Gonçalo Ramos (Martin Chrien, 70), David Tavares, Tiago Dantas, Daniel dos Anjos e Rodrigo Conceição (Paulo Bernardo, 70).

(Suplentes: Diogo Garrido, Martin Chrien, Tiago Gouveia, Paulo Bernardo, Luís Pinheiro, Diogo Mendes e David Zec.)

Treinador: Renato Paiva.

Árbitro: David Silva (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para David Tavares (09), Kalaica (15), Neto Costa (50), Ricardo Tavares (65)

Assistência: 883 espetadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.