As eleições no Cova da Piedade foram adiadas para maio de 2021 e os mandatos dos órgãos sociais prolongados até essa dada, disse hoje à Lusa o presidente da mesa de Assembleia-Geral (AG) do clube, Paulo Martins Vieira.

A decisão, motivada pela pandemia de COVID-19, foi aprovada com “apenas um voto contra”, numa AG que terminou já durante a madrugada de hoje e foi realizada em ‘casa emprestada’, no salão de festas da Incrível Almadense, de forma a garantir as condições de distanciamento e segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na reunião estiveram presentes 37 associados, que aprovaram também o Relatório de Atividades e Contas de 2019, assim como o Plano de Atividades e Orçamento para 2020/21.

A AG dos piedenses estava, inicialmente, agendada para o final de março, data em que deviam ser submetidos a votação os referidos documentos e marcadas as eleições para o mês de maio deste ano, mas foi suspensa após o confinamento imposto pelo estado de emergência que vigorou a partir de 19 de março, devido à pandemia de COVID-19.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.