O novo treinador do Vilafranquense, Armando Evangelista, afirmou hoje que o projeto apresentado no clube da II Liga de futebol é “ambicioso”, salientando que a equipa “vai fazer muitos pontos”.

“O projeto que me apresentaram foge ao padrão do que é a organização de um clube de II Liga, para muito melhor. É um projeto ambicioso, muito bem definido, nesta primeira fase numa organização crescente, com todas as condições para se desenvolver um bom trabalho”, afirmou o treinador, que substituiu no cargo Filipe Moreira.

O técnico, de 46 anos, estava sem clube desde o final da temporada passada, depois de ter cumprido duas temporadas no Penafiel.

"Posso garantir trabalho e responsabilidade. Sabemos que a II liga é um campeonato exigente e equilibrado, mas pelo primeiro tomar de pulso ao Vilafranquense, à direção e aos atletas estou em crer que vamos fazer muitos pontos", salientou.

Em relação ao jogo com o Sporting da Covilhã, que vai marcar a sua estreia, o treinador espera dificuldades, mas acredita numa boa resposta.

“Nem tudo estava mal. Tentaremos incutir alguns comportamentos que me parecem necessários para um maior equilíbrio daquilo que é o jogo e uma equipa ganhadora. Penso que poderemos dar uma resposta positiva face às dificuldades que o Covilhã nos vai apresentar", disse.

Armando Evangelista lembrou que o clube, que é 16.º no campeonato, com 18 pontos, conseguiu chegar à II Liga e pretende evitar a despromoção.

“Treinar e jogar em Rio Maior não são as condições ideais para quem gosta, quer seguir e ama o clube. Mas parece-me uma situação passageira e que merece que todos façam algum esforço para continuar a apoiar, para que se mantenha nesta divisão”, referiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.