Os funcionários do Sporting participam esta sexta-feira numa reunião por videochamada para ficarem a saber se o 'lay-off' anunciado no dia 15 de abril será renovado por mais 30 dias.

Durante este tempo, 60% dos funcionários 'leoninos' estiveram suspensos e outros 26% sofreram uma redução do tempo de trabalho. A trabalhar a tempo inteiro ficaram 14% dos funcionários do clube.

De acordo com o jornal A Bola, a possibilidade de manter o 'lay-off', pelo menos para parte dos trabalhadores, está em cima da mesa e deve acontecer.

A confirmação do 'lay-off' no Sporting seguiu-se ao acordo com os futebolistas para uma redução salarial de 40% nos meses de abril, maio e junho e ao corte para metade dos vencimentos dos administradores da SAD 'leonina', também durante estes três meses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.