A SAD do Sporting confirmou esta sexta-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercados de Valores Mobiliários (CMVM), os valores dos negócios levados a cabo no que toca à entrada e saída de jogadores ao longo do mês de janeiro.

Os números apresentados vão de encontro aos que já tinham sido adiantados separadamente aquando dos comunicados referentes aos negócios da venda de Bruno Fernandes ao Manchester United e da contratação de Andraz Sporar ao Slovan Bratislava.

A transferência do médio-ofensivo poderá, então, como anunciado, atingir um valor máximo de 80 milhões (55 milhões fixos e uns potenciais 25 por objetivos), havendo lugar ao pagamento de uma comissão de 5,5 milhões de euros a dividir pela Gestifute, de Jorge Mendes, e pela Positionumber, agência que representa o agora jogador dos 'red devils'. O comunicado agora emitido acrescenta ainda que o clube leonino tem ainda direito a 10% de mais-valias numa futura transferência.

Já Sporar cutou, tal como anunciado no momento da confirmação da contratação do esloveno, 6 milhões de euros fixos, podendo o atacante vir a custar aos cofres dos 'leões' um máximo 6,6 milhões de euros, mediante o cumprir de determinados objetivos. O Slovan mantém também 10% dos direitos de mais-valia relativos a uma potencial futura venda do jogador.

No mesmo documento enviado à CMVM, o Sporting confirma igualmente o regresso de Francisco Geraldes, que passou a primeira metade da época no AEK de Atenas, por empréstimo, a devolução de Fernando ao Shakhtar Donetsk e a ida de Gelson Dala, por empréstimo até ao fim da presente época, ao Rio Ave.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.