O treinador do Sporting de Braga, Ricardo Sá Pinto, disse esta sexta-feira querer "manter a dinâmica positiva" diante do Desportivo das Aves, último classificado da I Liga de futebol, no jogo de sábado, na 13.ª jornada da prova.

Na ronda anterior, após o triunfo caseiro sobre o Rio Ave (2-0), o Sporting de Braga subiu ao sexto lugar, com os mesmos 18 pontos do quinto, o Boavista, e o técnico ‘arsenalista' quer vencer o lanterna-vermelha para "manter a dinâmica positiva e de vitórias".

"Vamos encontrar um adversário que está num momento em que precisa de pontos e de vencer, está numa posição difícil na liga e, apesar de não vencer há algum tempo, os jogos que tem perdido têm sido, maioritariamente, por margens mínimas, e deu sempre imensa luta, como, por exemplo, contra o Moreirense, em que até merecia outro resultado [derrota por 3-2, na ronda anterior]", disse.

Por isso, Ricardo Sá Pinto quer a equipa bracarense "concentrada e atenta" e a encarar este jogo de forma "muito séria".

"Estamos preparados para encontrar um Aves, ou com um bloco baixo e a sair em transição, ou que, em casa, pode até ser mais audaz e querer ter uma atitude diferente desde o início do jogo, apesar de sabermos que o Nuno [Manta Santos, treinador do Aves], sempre que jogou contra nós, teve uma estratégia maioritariamente defensiva e à espera de um erro nosso", notou.

O Desportivo das Aves é a pior defesa do campeonato, mas há várias equipas com menos golos marcados, sinal de que a equipa avense "pode conceder defensivamente, mas é audaz ofensivamente".

"Têm jogadores que podem desequilibrar na frente, rápidos nos corredores, um bom avançado, jogadores no meio-campo muito interessantes. Individualmente, têm muita qualidade, como equipa não estão no seu melhor", detalhou.

Após cerca de nove meses ausente devido a lesão grave no joelho esquerdo, o defesa central Raul Silva voltou à competição na quarta-feira, pela equipa de sub-23 dos minhotos, mas ainda não está a 100% para alinhar pela principal, referiu Sá Pinto.

"Já passei pelo mesmo e sei que é uma recuperação muito longa e desgastante, principalmente, em termos psicológicos. Este jogo foi muito importante para ele se libertar de alguns receios em competição, o joelho reagiu bem, não inchou. Ainda não será opção para este jogo, talvez jogar mais um outro jogo [nos sub-23] para ver se está a 100%", disse o técnico.

Sá Pinto assinalou que não quer “perder ninguém” na reabertura do mercado de transferências, em janeiro, numa altura em que surgem notícias a dar conta do interesse dos espanhóis do Bétis de Sevilha na contratação de Palhinha, médio emprestado pelo Sporting aos bracarenses.

"Essas notícias são gratificantes para mim, como treinador, porque é sinal que tenho ajudado a melhorar os jogadores e também da grande época que eles estão a fazer. Não penso em perder ninguém nesta altura, são situações normais, que espero que não os levem a desfocar-se dos compromissos do clube. Temos ainda muitos desafios pela frente, mais um ciclo muito exigente de cinco jogos até à paragem do Natal", advertiu.

Hassan, Claudemir e Wallace ainda estão lesionados e não são opção para o jogo com os avenses.

Sporting de Braga, sexto classificado, com 18 pontos, e Desportivo das Aves, 18.º e último, com três, defrontam-se a partir das 20:30 de sábado, no Estádio do Desportivo das Aves, em Vila das Aves.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.