Rui Pinto utilizou as redes sociais para enviar uma nova provocação ao Benfica, fazendo alusão ao avião onde foram apreendidos 500 quilos de cocaína, no aeroporto de Salvador, na Bahia (Brasil). O 'hacker' português aludiu a um caso antigo envolvendo o antigo motorista de Luís Filipe Vieira.

Recorde-se que José Carriço, conhecido pela alcunha 'Zé do Benfica', foi condenado a sete anos e oito meses de prisão pelos crimes de tráfico de estupefaciente e posse de arma ilegal.

"Um Falcon 900B com 500 kg de cocaína a bordo, e escala programada para Cabo Verde, rota tradicional do tráfico internacional. Em 2015, a culpa caiu no motorista. Veremos se em 2021 a culpa irá também cair no piloto. Futebol e tráfico de droga lado a lado mais uma vez", escreveu no Twitter.

Logo depois, Rui Pinto voltou a visar o atual presidente do Benfica.

"Já em 2020, de acordo com informações que não consegui ainda confirmar, um dos detidos na Operação Catavento, era bastante próximo de LFV, e conduzia um veículo automóvel propriedade deste. Ligações, curiosidades ou simples coincidências? Veremos os próximos capítulos", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.