Em entrevista à TVI, Pinto da Costa falou sobre o último mercado de transferências, nomeadamente das saídas de Alex Telles para o Manchester United e de Fábio Silva para o Wolverhampton. O presidente do FC Porto afirmou ainda que escolheu não contratar Lucas Veríssimo, central do Santos que está a caminho do Benfica.

Alex Telles: "Nunca fico satisfeito quando sai um bom jogador. Nem é pelos valores. Olhe, uma grande venda que fiquei desgostoso foi o Hulk e foi um grande negócio. Há momentos em que não temos outra solução. Uma semana antes de fechar o mercado, veio pedir para sair porque queria ir para o Manchester. Tentei que não fosse, tentei compensá-lo nem que ficasse até ao fim do ano. Mas manter um jogador que assume publicamente perante mim que quer sair... [não pode ficar]".

Fábio Silva: "Fábio Silva foi um bom negócio para os empresários e para o FC Porto. Tinha uma cláusula de 10 milhões de euros. Saiu por 40 e o FC Porto ganhou 20, porque recebeu 30 em vez de 10", apontou o líder dos dragões. "É um grande negócio e aí o empresário foi importante."

Lucas Veríssimo: "Esse jogador não vem para o FC Porto porque o FC Porto não quis. Tivemos vários centrais em observação e, no final, o treinador, e nós seguimos o seu entendimento, quis o Pepe, o Mbemba, o Sarr e o Diogo Leite. Chegou a estar em cima da mesa e se nós quiséssemos era nosso."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.