Pinto da Costa, na cerimónia de entrega das duas taças conquistadas esta época ao Museu FC Porto, considerou que os 'dragões' tinham todas as armas apontadas contra eles para a final da Taça de Portugal onde, afirma, havia "um sentimento de salvação nacional para que o Benfica ganhasse alguma coisa".

FC Porto ficou reduzido a 10 na final da Taça: "Jogamos uma hora com essa limitação. Foi muito difícil, já era difícil, todas as armas estavam apontadas contra nós. Havia um sentimento de salvação nacional para que o Benfica ganhasse alguma coisa. Tanto fez que o jogo fosse no Porto, Coimbra ou Lisboa, tanto fez que fosse com dez, ou com onze, com coronavírus ou sem coronavírus, em todas as circunstâncias nós vencemos categoricamente. Não se pode tirar mérito ao Benfica, porque acho que ontem não tendo jogado bem, não tendo sabido aproveitar a oportunidade de jogar uma hora com dez jogadores foi um digno vencido. Não penso que tenha sido uma derrota vergonhosa, foi uma derrota que é um dos três resultados possíveis"

Derrotados da época: "Os grandes derrotados desta época para mim, mais que o próprio Benfica, foram alguns jornalistas e comentadores de alguns órgãos de comunicação social que tudo fizeram para que o FC Porto não vencesse, tudo vaticinaram, houve um inteligente lá do bairro que em janeiro já estava a vaticinar que o Benfica viria ao Dragão dar o cheque-mate ao FC Porto. Afirmou até que o Benfica era grande demais para jogar em Portugal e esse equipa, que o papagaio dizia que era grande demais, não ganhou nada. O Benfica perdeu, soube perder, perdeu com dignidade. Os grandes derrotados são esses falsos moralistas, esses falsos independentes que fizeram com que esgotasse o Rennie aqui no Porto"

Fim dos programas televisivos com adeptos dos clubes: "Eu fui sempre contra esses programas, sempre. Achava que estavam lá pessoas ditas adeptas que não tinham conhecimentos de futebol mínimos para poderem estar a falar sobre futebol, não tinha isenção, não tinham sequer garantias intelectuais de proporcionar um bom programa. Fui sempre contra esses programas, sobretudo quando toda a gente passou a saber que haviam cartilheiros, que havia um individuo que reunia com os comentadores do Benfica para dar instruções e era curioso que mudávamos de uns canais para os outros e estavam todos a dizer o mesmo"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.