O treinador Pepa defendeu hoje que o Paços de Ferreira terá de melhorar a eficácia ofensiva, evitando desconcentrações na construção, para ter sucesso frente a um FC Porto "muito competente", na sexta jornada da I Liga de futebol.

De regresso ao banco de suplentes e às conferências de imprensa, após recuperar de infeção pelo novo coronavírus, o técnico pacense disse ter gostado do que viu na sua ausência, mas insistiu na necessidade de a equipa passar a "ter mais critério no último terço", no jogo de sexta-feira.

"Temos ‘pouco golo’ para tanto volume ofensivo e teremos de ter muito cuidado na fase de construção, porque o FC Porto identifica bem as referências de pressão. Depois, é desfrutar do jogo, levá-lo para a dimensão que pretendemos e manter o equilíbrio emocional, porque isso dá-nos equilíbrio tático e melhores decisões", disse Pepa.

O técnico pacense assegurou estar preparado para defrontar o campeão em título nas suas mais diversas variantes: "Com uma linha [defensiva] a três ou a quatro, dois pontas [de lança], um ou três avançados", na certeza de que será sempre "muito difícil".

"Sabemos o que vamos encontrar, independentemente das escolhas do Sérgio [Conceição], que não me canso de dizer que tem feito um trabalho extraordinário. Estamos a falar de uma equipa muito forte e muito orientada. As alterações [no FC Porto] são normais e resultam da gestão que tem de ser feita. Quem nos dera também poder jogar de dois em dois dias", referiu.

Pepa relativizou as previsíveis mudanças no ‘onze' do FC Porto, que tem intercalado jogos do campeonato com os da Liga dos Campeões, mas destacou quatro pilares, entre defesa, meio campo e ataque.

"O Pepe é um líder por natureza e tem um nível de rendimento altíssimo, o Sérgio Oliveira acrescenta muito em qualquer equipa nos lances de bola parada e é o cérebro, o Otávio desequilibra por dentro e por fora e o Marega é exímio a procurar os espaços", detalhou.

Na classificação do campeonato, o Paços de Ferreira ocupa o 14.º lugar, com cinco pontos, enquanto o FC Porto é terceiro, com 10.

As duas equipas abrem a sexta jornada, na sexta-feira, num confronto que se vai realizar no estádio Capital do Móvel, a partir das 20:30, e terá arbitragem de Nuno Almeida, da associação do Algarve.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.