O treinador Pepa lamentou hoje as ausências no Sporting, "uma equipa com dinâmica forte", e pediu para domingo um Paços de Ferreira com identidade, capaz de juntar exibição e resultado, na segunda jornada da I Liga de futebol.

Pepa, que falava em conferência de imprensa, defendeu que as ausências forçadas nos ‘leões’ não são "uma oportunidade para o Paços", que deverá focar-se no que deve fazer.

“Só tenho a lamentar (as ausências). Vamos procurar fazer um grande jogo, preparados para um Sporting forte, com uma dinâmica muito forte a partir da entrada do Rúben (Amorim). É mais um jogo para desfrutar e sermos iguais a nós próprios, ao que temos sido, uma equipa que sabe e gosta de ter bola, agressiva no bom sentido. É mais um jogo que queremos ganhar", disse.

O técnico pacense quer ver repetidas no domingo as coisas boas do jogo de Portimão, nomeadamente "uma equipa agressiva e concentrada, capaz de se agarrar ao jogo com tudo, e com margem para crescer", insistindo na ideia de que "o Paços fica mais próximo de vencer se conseguir juntar dinâmica e qualidade de jogo".

"Nos dois jogos com Sporting, em casa e fora, merecíamos outro tipo de resultado, mas isso vale o que vale. Amanhã [domingo] queremos os pontos e, acima de tudo, fazer um bom jogo, como aconteceu na época passada. Temos essa identidade a manter e com essa dinâmica ficaremos mais perto de vencer", sublinhou.

Desafiado a falar do Sporting, Pepa identificou "uma equipa com ideias bem vincadas".

"A fase de construção [do Sporting] é muito segura. Começam baixos e abertos, com a largura garantida sempre pelas laterais. Depois, tem o ponta e os alas sempre à espera de um momento de rutura. Os homens do meio sempre posicionais e dinâmicos. É algo que identificámos, não só no passado como no presente. Os treinadores são os mesmos, alguns jogadores são os mesmos, mas não queremos que a história se repita, porque queremos ganhar o jogo", referiu.

Apesar das dificuldades, Pepa disse estar seguro de "um bom jogo, em termos táticos e de intensidade", mas sem adiantar pormenores sobre os jogadores a utilizar, numa aposta que tem recaído por agora mais nos elementos da época passada, com uma palavra especial para Douglas Tanque, que renovou contrato.

"Sentimento de satisfação, mas é o que é. Temos de estar preparados para tudo. Fico feliz por contar com o Tanque, mas, como já disse, temos de estar preparados para tudo até 06 de outubro. Ele teve a infelicidade nos descontos [desperdiçou uma grande penalidade frente ao Portimonense], mas deu a vida pela equipa. É o Tanque que nós queremos, queremos contar com esses, os que estão cá de corpo e alma", concluiu.

A estreia do Sporting no campeonato acontece diante do Paços de Ferreira, com um ponto somado, no estádio Capital do Móvel, a partir das 18:30 de domingo, num jogo que terá arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Leiria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.