O Marítimo, a jogar na casa emprestada do rival Nacional da Madeira, e o Arouca selaram hoje a sétima igualdade da quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol, ao empatarem a dois golos.

Os visitantes colocaram-se em vantagem à passagem do oitavo minuto de jogo, com Bukia, após cruzamento de André Silva, a atirar para o fundo das redes madeirenses.

O Marítimo, a jogar em casa emprestada, chegou ao empate aos 35 minutos, com Ricardinho a aproveitar a defesa incompleta de Fernando Castro ao remate de Alipour para fazer o segundo tento do encontro.

O primeiro tempo acabou envolvo em confusão, com o Marítimo a chegar ao golo da reviravolta aos 45+6' por Claudio Winck. O tento acabaria por ser invalidado por falta do jogador dos insulares, mas a equipa da casa teve direito a uma grande penalidade, por toque de Basso com a mão na bola no início da jogada.

Alipour, chamado a converter, não desperdiçou e atirou a contar para a reviravolta onze minutos depois dos 45.

Depois de uma primeira parte com três golos, a segunda só trouxe um e que golo! André Silva marcou um livre direto a "régua e esquadro", deixou o guarda-redes adversário 'colado ao chão' e fez o empate aos 83 minutos.

Na classificação, o Marítimo, que já tinha empatado em casa com o FC Porto, passou a somar cinco pontos, no 11.º lugar, enquanto o Arouca, que havia perdido fora com o Benfica e os ‘dragões’, tem agora quatro, no 13.º.

Veja o resumo do encontro

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.