Sobre a retoma do Campeonato, Luís Filipe Vieira, em entrevista à BTV, não escondeu que existiam clubes que não estavam interessados no regresso da I Liga.

"Há muita hipocrisia no futebol. Lógico que há gente que não estava interessada que o campeonato recomeçasse. Há uns que a internet vai abaixo quando estão a fazer o calendário dos jogos. Outros que dizem uma coisa e no outro dia dizem outra, ou então não diz frontalmente mas manda três ou quatro clubes a tentarem sondar uns e outros. Quem está no futebol sabe o que se passa. E vai ser assim, vai chegar a uma altura que o Benfica passa para a frente, e de certeza que não vamos fazer nada para parar o campeonato, queremos ganhar no campo e não na secretaria. Eu nunca disse a ninguém que se tivesse à frente queria ganhar na secretaria. O problema é a Liga dos Campeões, o problema é esse", disse.

Luís Filipe Vieira abordou ainda a polémica à volta de Pedro Proença, em relação à carta enviada ao Presidente da República sobre os jogos em canal aberto.

"Não tenho nada pessoal contra o Pedro Proença, se houve alguém que apoiou mais o Pedro Proença na relação Liga - Federação fui eu. Porque a questão é simples: nós temos a NOS que nos paga a fortuna que nos paga anualmente, teve conhecimento de uma carta que foi enviada ao Sr. Presidente da República, onde falava de jogos em canal aberto. Logicamente, uma carta que sai da Liga em nome dos clubes, é lógico que o operado pense que o Benfica ou qualquer clube tinha conhecimento dessa carta. Enviou-nos uma mensagem e disse-lhe que nós nem sabiamos qual era a carta, foi ele [Miguel Almeida, presidente da NOS] e eu ao ler aquela carta fiquei indignado porque ninguém pode falar dos direitos que são nossos em nosso nome, sem darmos autorização para isso. Nunca tive conhecimento da carta nem o representante do Benfica na direção da Liga", afirmou.

O líder 'encarnado' abordou o ato eleitoral de outubro e as críticas que Rui Gomes da Silva tem feito contra si.

"Demonstra que o Benfica tem uma grande vitalidade. Não se passou nada com o Rui Gomes da Silva. O Rui disse várias vezes publicamente que eu era o melhor presidente da história do Benfica. Faz sentido sendo o melhor presidente que ele esteja constantemente a fazer publicidade, se for para ter notabilidade, deixe-o ter notabilidade. Mas trate bem o Benfica, costumo até dizer na paródia, no canal onde ele está são três anti-benfiquistas. Está sempre a dizer mal do Benfica. Este homem esteve ali sete anos, era o homem que me apoiava mais. Honestamente não sei o que ele quer. Qualquer dia vai acabar no Porto Canal", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.