Declarações de Jesualdo Ferreira, treinador do Boavista, à Sport TV, após a derrota diante do Tondela (3-1), no Estádio João Cardoso, da 14.ª jornada da I Liga.

"Expulsão seguida de penálti, num lance que me pareceu que a falta foi feita fora da área. Quero enaltecer o espírito de luta da minha equipa, que lutou sempre. Não fiz nenhuma substituição até à segunda expulsão, perdemos dois centrais. Vamos dizer que tivemos azar, não é? Ainda chegámos a marcar um golo. Fomos uma equipa castigada pela pouca sorte que o jogo nos trouxe. Não fomos capazes de ultrapassar no resultado, mas fomos capazes de nos ultrapassar como equipa."

"A única questão positiva que retiro deste jogo é a forma como nós discutimos este jogo em inferioridade numérica, logo a partir dos dez minutos, que ainda se tem 80 minutos para jogar. Isso pesa bastante. A nossa equipa ultrapassou sempre. Sofremos o golo aos 40 minutos e este terceiro golo já foi fora do tempo, mas o que fica, para mim, é a forma como a equipa deu as mãos, se juntou e foi capaz de jogar. Quero destacar a forma como foi interpretado, este jogo poderia pender para o nosso lado e a forma como os jogadores se foram reorganizando e adaptando a uma nova situação, isso trouxe-me alguma satisfação, dentro da tristeza que pude ver no balneário."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.