FC Porto e Sporting protagonizam no sábado o primeiro 'clássico' da temporada da I Liga de futebol, com os campeões nacionais praticamente na máxima força, enquanto os ‘leões’ vão apresentar-se sem Matheus Nunes, transferido para o Wolverhampton.

Os dois clubes voltam a defrontar-se no Dragão em jogos a contar para o campeonato, depois de já este ano, em fevereiro, terem empatado (2-2), no encontro que abriu caminho para o título do FC Porto em 2021/22.

Além do resultado, esse 'clássico' ficou igualmente marcado por vários conflitos, dentro e fora do relvado, entre jogadores, treinadores e dirigentes de ambos os emblemas, e também de pessoas ligadas à organização da partida.

FC Porto e Sporting chegam à terceira jornada já separados por dois pontos, depois da equipa de Sérgio Conceição ter vencido Marítimo (5-1) e Vizela (1-0) no arranque da I Liga, enquanto a formação de Rúben Amorim ‘tropeçou’ em Braga (3-3), tendo depois batido o Rio Ave (3-0) com boa exibição.

Por isso mesmo, bem cedo, os campeões nacionais podem criar um ‘fosso’ de cinco pontos para um dos seus principais rivais pelo título (o principal nas últimas duas temporadas), mas para isso têm de vencer e por fim a uma série de quatro empates seguidos com os ‘leões’ em jogos a contar para o campeonato.

Do lado do FC Porto, os médios Uribe e Grujic, titulares nas duas primeiras jornadas, estiveram limitados durante a semana, mas deverão estar em condições, naquela que parece ser a única ‘dor de cabeça’ de Conceição.

O internacional português Otávio é candidato a regressar ao ‘onze’ dos ‘dragões’, enquanto Taremi e Evanilson devem repetir a dupla no ataque.

Mais dificuldades poderá ter o Sporting, sobretudo depois de ver sair Matheus Nunes para o Wolverhampton, claramente uma 'baixa' de peso para o duelo do Dragão - e até mesmo para a época que agora começou -, tendo em conta que o médio internacional português estava a ser, juntamente de Pedro Gonçalves, a grande figura dos ‘leões’ neste arranque de temporada.

Rúben Amorim também já sabe que não pode contar com o avançado Paulinho, mas devido a problemas físicos, e é esperado que apresente uma equipa sem um ponta lança fixo, tal como já aconteceu com o Rio Ave, em que Pedro Gonçalves, Trincão e Edwards foram as figuras mais adiantadas.

O 'clássico' da terceira jornada está agendado para sábado, às 20:30, no Estádio do Dragão, no Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.