Esta terça-feira a UEFA decide o destino das competições europeias e colocar o Europeu no final do ano é hipótese. Com a pandemia de Covid-19, a UEFA viu-se obrigada a seguir as principais ligas europeias e a suspender a Liga dos Campeões e a Liga Europa, que tinha jogos marcados para esta semana. Está agora em cima da semana o destino do Europeu e dos campeonatos de futebol.

Com as ligas europeias paradas, o calendário aperta a cada dia que passa e a probabilidade do Euro2020 ser jogado na data que estava marcada (12 de junho a 12 de julho) vai diminuindo com o tempo.
De acordo com o jornal britânico 'The Telegraph', o organismo que comanda o futebol europeu considera em mexer o Europeu para o mês de dezembro, de forma a dar tempo a que as ligas recuperem o tempo perdido e completem as respetivas jornadas.

Contudo, as hipoteses vão surgindo a cada dia que passa e este sábado, Evelina Christillin, membro do comité da FIFA e da UEFA, em declarações ao jornal italiano Il Mattino, afirmou que a organização se encontra a analisar a hipótese de passar o Euro para 2021.

Quanto aos campeonatos de futebol, segundo escreve esta segunda-feira o jornal 'A Bola', a UEFA tem quatro cenários em vista.

A primeira opção será sempre a de o campeonato ser jogado até ao final e o campeão, bem como os clubes que descem e sobem de divisão, serem encontrados de forma normal. A segunda alternativa prevê que o campeão nacional, as subidas e descidas sejam decididos através de vários play-offs.

A terceira possibilidade é que o campeonato seja dado como terminado, mas não seja decretado nenhum campeão. A quarta e última opção é que o campeonato seja também dado como terminado, mas que o campeão seja declarado o clube que estava em primeiro lugar da tabela no momento em que foi decretada a suspensão.

A Comissão Permanente de Calendários da Liga de Clubes tem também reunião marcada para amanhã, através de videoconferência, mas não é expectável que seja anunciada qualquer decisão. Todas as possibilidades devem ser abordadas, mas a Liga deve esperar pelo parecer da UEFA.

A primeira opção é a mais defendida, mas para que seja fiável, é necessário que a UEFA decida primeiro adiar o Europeu. Visto que, caso as competições regressassem em maio, não estariam concluídas a tempo do arranque do campeonato europeu.

As ligas dos vários clubes aguardam assim por um parecer do organismo que tutela o futebol europeu, para depois tomar uma decisão final.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.