Concentrado com a seleção do Uruguai, Darwin Núñez foi o convidado para um questionário rápido dos órgãos televisivos da Federação e revelou alguns dos segredos mais bem guardados.

Superstição

"Pôr perfume antes dos jogos."

Golo mais saboroso

"O golo contra o Liverpool na Champions. Um passe do Julian [Weigl], o João [Mário] correu juntamente comigo, quis controlar a bola, mas eu fui mais rápido do que ele, e rematei com a parte de dentro do pé. Ainda bateu no poste, pensei que ia para fora, foi por pouco."

O avançado uruguaio admitiu que o o adversário que o deixou mais "louco" foi Messi quando se enfrentaram na qualificação para o Mundial do Qatar. Sobre a quem dava a cidadania uruguaia respondeu: "Nico Otamendi."

O dianteiro disse ainda que gosta de beber coca-cola e de ouvir Rauw Alejandro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.