O Conselho de Disciplina abriu, esta quarta-feira, um processo de inquérito ao Portimonense, relativamente ao jogo no Estádio do Dragão, jogo no qual o emblema do Algarve perdeu por 7-0 na 30.ª jornada da I Liga.

"Instauração de processo de inquérito, por deliberação da Secção Profissional, de 18 de abril de 2022, tendo por objeto apuramento de factualidade relacionada com eventual apresentação de equipa inferior em jogo a contar para a Liga Portugal BWIN. O processo foi enviado, dia 22 de abril de 2022, à Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, ficando excluída a publicidade até ao fim da instrução", lê-se no comunicado do organismo.

Na sequência deste inquérito estão as declarações de Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, que explicou que não tinha "as condições mínimas para ser mais competitivos" devido aos castigos e lesões.

Paulo Sérgio foi bastante criticado pelas alterações que fez no jogo. O treinador dos algarvios deixou vários titulares no banco e outros nem foram convocados, por estarem em risco de exclusão.

Mais tarde, nas redes sociais, o técnico dos algarvios explicou a gestão feita para o encontro no Dragão, na resposta a uma publicação de Rui Vieira, treinador e antigo jogador, no Facebook.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.