Em entrevista à ESPN, Franco Cervi como está a viver os dias de isolamento depois da I Liga ter sido interrompida.

O extremo revelou que nem tem a necessidade de ir ao supermercado, já que o Benfica fornece comida aos jogadores.

"Vamos ficar 14 dias de quarentena. Saímos apenas para passear (...). Ir aos supermercados é complicado, há muito contacto e é perigoso. O clube traz-nos comida para não termos de lá ir", disse em entrevista.

O jogador diz-se ainda preocupado com a situação na Argentina, onde a competição ainda não foi interrompida e dá o bom exemplo de Portugal.

O extremo dos encarnados mostrou-se preocupado pela situação que se vive na Argentina. A Superliga local, lembre-se, ainda não foi suspensa e continua a decorrer sem público nos estádios.

"A situação está muito pior em Itália e Espanha. Aqui está a agravar-se, mas Portugal tomou precauções e as medidas necessárias rapidamente. Estou a acompanhar o que se está a passar na Argentina e estou preocupado porque tenho aí família e amigos", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.