Mesmo ao serviço do Manchester United, Bruno Fernandes não esquece o Sporting e continua a acompanhar o futebol em Portugal. Em entrevista ao canal 11, o médio de 25 anos admite que ficou surpreendido com a saída de Silas e com a contratação de Rúben Amorim, bem como o valor pago.

"Claro que surpreende. Ninguém estava à espera. O próprio mister Rúben disse isso. Em Portugal não é comum pagar-se por um treinador, foi a primeira vez. Fico feliz por ter sido um valor pago por um treinador português", começa por referir.

Bruno Fernandes lembrou, no entanto, que "se em Portugal é considerado uma aposta de risco pagar oito milhões por um jogador, como foi o meu caso, obviamente que todos acham que pagar 10 milhões por um treinador pode ser uma aposta de risco. A posição do treinador é um bocadinho cruel. Se as coisas correm bem, os jogadores têm mais mérito que o treinador, ao contrário o demérito é mais do treinador e ele é que acaba por sair."

Por fim, o médio dos 'red devils' revela que mantém contacto com os companheiros do Sporting. "Guardo um carinho muito especial pelo Sporting, sempre que posso acompanho e falo muitas vezes com os meus colegas. Tento até falar com eles antes dos jogos no dia anterior. Sempre que os estágios coincidem, falo com alguns por FaceTime. Guardo muitos e bons amigos no Sporting", rematou Bruno Fernandes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.