O Boavista apresentou na sexta-feira o plantel para a nova temporada através das redes sociais, incluindo 13 reforços numa lista de 18 futebolistas, na véspera de visitar o Nacional, em encontro da jornada inaugural da I Liga.

Nesta iniciativa à distância, devido à pandemia de covid-19, surgem alguns nomes sonantes, entre os quais o defesa Adil Rami, campeão mundial por França, o médio espanhol Javi García, que se distinguiu no Benfica, entre 2009 e 2012, e a esperança inglesa Angel Gomes, filho do campeão mundial sub-20 português Gil Gomes.

Já os ‘raides’ nacionais por Chidozie (ex-FC Porto), Ricardo Mangas (ex-Desportivo das Aves) e Nuno Santos (ex-Benfica B) juntam-se às investidas americanas em Reggie Cannon (ex-Dallas), Alejandro Gómez (ex-Atlas), Nathan Santos (ex-Vasco da Gama) e Jorge Benguché (ex-Olimpia), além da aquisição do defesa Yanis Hamache (ex-Nice).

De França vieram ainda o guarda-redes Léo Jardim e o médio Show, ambos cedidos pelo Lille, cujo proprietário hispano-luxemburguês Gérard Lopez chegou a acordo com a direção de Vítor Murta no verão para a compra da maioria do capital social da SAD ‘axadrezada’, que ainda terá de ser ratificada pelos associados em Assembleia-Geral.

A entrada de investimento estrangeiro favoreceu a revitalização total da estrutura do Boavista no verão, como atesta a aposta no treinador Vasco Seabra, que vai trabalhar com os adjuntos Nuno Diogo, Cláudio Botelho, Pedro Miranda, Bruno Pereira e Jorge Couto, os analistas Pedro Sousa e Nélson Duarte e o nutricionista Pedro Pereira.

O emblema campeão nacional em 2000/01 deseja regressar aos palcos europeus a médio prazo e segurou apenas Rafael Bracali, Paulinho, Miguel Reisinho, Gustavo Sauer e Yusupha Njie face à última época, perante o adeus de figuras recentes, casos de Helton Leite, Carraça, Gustavo Dulanto, Ricardo Costa, Neris, Idris, Obiora e Mateus.

O Boavista estreia-se em 2020/21 com a visita ao terreno do recém-promovido Nacional, às 16h00 de hoje, no Estádio da Madeira, no Funchal, em encontro da jornada inaugural da I Liga, com arbitragem de António Nobre, da associação de Leiria.

Plantel provisório do Boavista para 2020/21:

- Guarda-redes: Rafael Bracali e Léo Jardim (ex-Lille, Fra).

- Defesas: Reggie Cannon (ex-Dallas, EUA), Adil Rami (ex-Sochi, Rus), Alejandro Gómez (ex-Atlas, Mex), Chidozie (ex-FC Porto), Ricardo Mangas (ex-Desportivo das Aves), Nathan Santos (ex-Vasco da Gama, Bra) e Yanis Hamache (ex-Nice, Fra).

- Médios: Javi García (ex-Real Betis, Esp), Nuno Santos (ex-Benfica B), Angel Gomes (ex-Lille, Fra), Miguel Reisinho, Show (ex-Lille, Fra) e Paulinho.

- Avançados: Gustavo Sauer, Jorge Benguché (ex-Olimpia, Hon) e Yusupha Njie.

Treinador: Vasco Seabra (ex-Mafra).

Saíram: Helton Leite (Benfica), Carraça (FC Porto), Edu Machado (Leixões), Fabiano Leismann (Palmeiras, Bra), Gustavo Dulanto, Ricardo Costa (fim de carreira), Marlon (Trabzonspor, Tur), Neris (Al Wasl, EAU), Lucas Tagliapietra (Portimonense), Yaw Ackah (Kayserispor, Tur), Idris, Obiora, Heriberto Tavares (Brest, Fra), Alberto Bueno, Fernando Cardozo (Vizela), Cassiano (Vizela), Mateus (Penafiel) e Nikola Stojiljkovic (Farense).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.