À 5.ª jornada, o primeiro frente a frente entre dois dos 'três grandes' na I Liga portuguesa 2021/22. E, curiosamente, entre os dois que já perderam pontos. Sporting e FC Porto vão medir forças no Estádio José de Alvalade a partir das 20h30 deste sábado, depois de terem, ambos, somado três vitórias e um empate nas quatro primeiras jornadas.

Leões e Dragões vão entrar em campo já a saberem o resultado do líder isolado Benfica, que duas horas e meia antes joga no terreno do Santa Clara e que antes do arranque desta ronda leva mais dois pontos do que os seus dois principais rivais. E, caso a turma da Luz triunfe nos Açores, Sporting, FC Porto ou os dois poderão ver as 'águias' ficarem desde já a quatro ou cinco pontos de distância.

Seleções e lesões condicionaram preparação

Este é um 'Clássico' marcado pelos compromissos das seleções que o antecederam. Os dois conjuntos tiveram vários jogadores a representar os respetivos países, o que condicionou necessariamente a forma como Rúben Amorim e Sérgio Conceição prepararam o encontro. Este último, por exemplo, só esta sexta-feira, véspera do encontro, vê chegar os colombianos Luis Diáz e Uribe.

Do lado do Sporting, que teve também Ugarte até 'tarde' na seleção do Uruguai e teve ainda João Palhinha e o reforço Pablo Sarabia (que poderá fazer frente ao FC Porto a sua estreia com a camisola verde e branca) ao serviço de Portugal e Espanha, as preocupações prendem-se também com as lesões que apoquentaram Pedro Gonçalves, Gonçalo Inácio e Sebástian Coates nas semanas que antecederam o encontro e que os deixam em dúvida até quase à hora do jogo.

Cartão do adepto e venda de bilhetes aos adeptos do FC Porto gera polémica

Outra das questões que deu que falar nos dias que antecederam o encontro foi a presença (ou não) de adeptos do FC Porto nas bancadas, em grande parte por culpa do tão contestado 'Cartão do Adepto'.

A claque Super Dragões emitiu quarta-feira um comunicado onde criticou o processo de venda de bilhetes para o 'Clássico', acusando os leões de tentarem impedir que a os adeptos azuis e brancos marcassem presença na partida. Os Super Dragões criticaram o preço dos bilhetes, além da cobrança de uma taxa extra por parte da plataforma privada à qual o Sporting recorreu para a venda dos bilhetes para a Zona de Condições Especiais de Acesso e Permanência de Adeptos, onde o Cartão do Adepto é obrigatório e para na qual estão inseridos todos os bilhetes fornecidos pelos leões.

Para aquela claque, "O objetivo do Sporting é claro: tentar dificultar, e até impedir, a nossa presença no estádio de Alvalade". Efetivamente, este será o o primeiro clássico em que o contestado cartão do adepto vai restringir o posicionamento de adeptos no estádio. A contestação a este novo mecanistmo implementado pelo governo começou com a abertura dos recintos aos espetadores, agora a metade da sua capacidade, depois do arranque da temporada a um terço.

Ora esta obrigatoriedade de cartão de adepto para ocupar a bancada visitante vai, alerta a Associação Portuguesa de Defesa do Adepto, dispersar apoiantes do FC Porto pelo estádio no jogo frente ao Sporting.

FC Porto não perde no covil do leão há 3 jogos, mas Sporting só perdeu uma vez nas últimas 16 receções ao dragão

O FC Porto contará, assim, com algum apoio para um jogo no qual vai tentar somar o quarto jogo seguido no conjunto de todas as competições no Estádio José Alvalade, o quinto se olharmos apenas para partidas da I Liga. As últimas três visitas dos 'dragões' ao Sporting resultaram em dois empates (2-2 a última época, com Uribe e Corona a marcarem para os azuis e brancos e Nuno Santos e Vietto a marcarem para os verdes e brancos, e 0-0 em 2018/19) e uma vitória (2-1 em 2019/20, com golos de Marega e Tiquinho Soares, contra um de Marcos Acuña).

Esse foi, contudo, o único triunfo que o FC Porto somou em Alvalade nos últimos 13 (!!!) anos. Efetivamente, nos últimos 16 jogos entre Sporting e FC Porto em Alvalade registaram-se seis vitórias do Sporting, nove empates e a tal vitória dos dragões.

Porém, a jogar em casa, o Sporting levou a melhor sobre o FC Porto pela última vez quando ganhou por 1-0 nas meias-finais da Taça de Portugal de 2017/18 (golo de Coates), levando depois a melhor também no desempate por penáltis. Para a I Liga, o último triunfo leonino data já de agosto de 2016 (há mais de cinco anos), quando o Sporting bateu o rival nortenho por 2-1 com golos de Slimani e Gelson Martins, depois de Felipe marcar para o FC Porto.

O mais recente embate entre os dois clubes terminou com um nulo no Estádio do Dragão. Antes disso, as duas equipas tinham medido forças para as meias-finais da Taça da Liga, com o Sporting a triunfar por 2-1 em Leiria (Jovane Cabral bisou para os leões depois de Maraga abrir o ativo para os dragões).

Ao todo, no conjunto de todas as competições, Sporting e FC Porto já se defrontaram por 239 vezes, com ligeira vantagem para os azuis e brancos: 86 vitórias, contra 83 dos verdes e brancos e 70 empates. A jogar em casa, porém, a turma leonina tem clara vantagem, tendo vencido mais de metade das partidas: 57 vitórias, contra 21 do FC Porto e 33 empates.

O que dizem os treinadores

Rúben Amorim, treinador do Sporting: "O FC Porto saiu mais prejudicado em termos de viagens, mas quero também dizer que foi prejudicado por ter jogadores a jogar em cima deste jogo. Mas quanto a nós, o Pote não vai estar no clássico, não vai estar diante do Ajax e provavelmente também não estará diante do Estoril. O Inácio não vai jogar com o FC Porto e não deverá jogar com o Ajax. O Tiago Tomás também é uma incógnita, mas não joga este jogo. O Seba [Coates] poderá jogar. O Ugarte chega às 20h20 e não vai jogar, pois não conseguiria ser melhor do que o Dani [Bragança] e o Tabata. Mas estamos bem preparados."

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto: "Nestes tempos, com jogadores a chegarem em cima do jogos, é difícil trabalhar algumas coisas importantes para o jogo. São jogos importantes que são chamados de jogos de seis pontos. É um jogo importante, tal como todos os outros para o campeonato. Gostaria de defrontar o campeão nacional noutras condições. O melhor resultado possível é a vitória"

Equipas prováveis

Sporting: Adán; Feddal, Coates, Neto; Esgaio, Palhinha, Matheus Nunes, Vinagre; Jovane Cabral, Nuno Santos, Paulinho.

FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Pepe, Mbemba, Marcano; Uribe, Sérgio Oliveira, Otávio, Luiz Diáz; Toni Martínez, Taremi.

O árbitro

Nuno Almeida, árbitro de 46 anos da AF Algarve, foi o escolhido para apitar o Clássico de sábado e vai ser a segunda vez que vai estar num jogo do FC Porto esta temporada, depois de ter dirigido a vitória por 2-1 dos 'dragões' em Famalicão.

A acompanhá-lo estarão André Campos e Pedro Felisberto, como assistentes, enquanto David Silva será o quarto árbitro. No VAR estará João Pinheiro.

Este vai ser o segundo embate entre Sporting e FC Porto que Nuno Almeida vai dirigir. O primeiro foi nas meias-finais da Taça da Liga de 2017/18 e termiou com triunfo dos 'leões' no desempate por penáltis, depois de um nulo ao fim de 90 minutos.

Ao todo, Nuno Almeida já dirigiu 29 jogos do FC Porto, que venceu 23 desses encontros e só perdeu quatro. Já o Sporting venceu 25 dos 37 encontros que teve dirigidos pelo árbitro algarvio, tendo perdido seis.

Sporting e FC Porto entram em campo a partir das 20h30 no Estádio José Alvalade. Pode seguir aqui todas as incidências do encontro e ver os vídeos com os principais lances da partida à medida que estes se forem sucedendo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.