A imprensa alemã revela esta quarta-feira que o selecionador da Alemanha, Joachim Low, e Oliver Bierhoff, team manager da Mannschaft, ficaram à porta do centro de treinos do Arsenal por indicação de Unai Emery, treinador dos 'gunners'.

De acordo com o jornal 'Bild', Joachim Low e Oliver Bierhoff deslocaram-se a Londres com o intuito de falar com o ex-internacional alemão Mesut Ozil de forma a convencê-lo a recuar na sua decisão de abdicar da seleção da Alemanha, mas o acesso ao centro de treinos do Arsenal foi-lhes negado por indicação direta do treinador Unai Emery.

Recorde-se que Mesut Ozil anunciou a sua retirada da seleção alemã depois do Mundial 2018 magoado com as críticas. O internacional alemão de ascendência turca considerou na altura ter sido usado como "bode espiatório da eliminação" precoce da Alemanha no Mundial 2018 e acusou a Federação Alemã de "racismo e desrespeito" pelas suas origens turcas.

"Tentei várias vezes falar com ele por telefone, mas sem sorte. Vou tentar manter contacto com ele no futuro", revelou recentemente Joachim Low.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.