Roy Keane continua muito crítico com as exibições de David De Gea no Manchester United. O antigo capitão dos 'red devils' acha que o guardião espanhol está acomodado no clube e que as suas exibições não tem ajudado o United.

"Não sou o seu maior fã. Na minha opinião, ele não faz o suficiente. Tem um contrato excelente e já cometeu grandes erros que custaram muitos pontos ao Manchester United. É verdade que em determinadas alturas tinha à sua frente uma defesa fraca mas é esse o seu trabalho. Tem um grande contrato", disse à Sky Sports.

Este domingo, o Manchester United fez uma recuperação fantástica frente ao Southampton, ao vencer por 3-2 um jogo que esteve a perder por 2-0, na 10.ª jornada da Liga inglesa de futebol.

Os ‘saints’ pareciam bem lançados para conquistar a sexta vitória nos últimos oito jogos, graças aos golos do polaco Jan Bednarek, aos 23 minutos, e de James Ward-Prowse, aos 33, mas tudo mudou no segundo tempo, desde logo com a entrada do ex-avançado do Paris Saint-Germain, ao intervalo.

À passagem da hora de jogo, Cavani cruzou para Bruno Fernandes reduzir o marcador e anotar o sétimo tento na prova, aos 60 minutos, com a mesma dupla a voltar a entender-se aos 74, quando o médio luso rematou e o uruguaio, pleno de oportunismo, desviou a bola e empatou o encontro.

Quando parecia que a partida se ficaria por uma igualdade, o experiente ponta-de-lança, de 33 anos, voltou a mostrar que a ‘reforma’ pode esperar e consumou a reviravolta dos ‘red devils’, aos 90+2 minutos, correspondendo, de cabeça, a um livre de Marcus Rashford.

A formação comandada por Ole Gunnar Solskjaer, que tem menos um jogo, somou a terceira vitória seguida na ‘Premier League’ e subiu ao sétimo lugar, com 16 pontos, logo abaixo do Southampton, que é quinto colocado, com 17, e que não perdia desde a segunda jornada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.