O Liverpool, que já assegurou o título, venceu hoje o Brighton por 3-1, em jogo da 34.ª jornada da Liga inglesa de futebol, e está a nove pontos de estabelecer o recorde de pontuação de um campeão.

Os 'reds' entraram de forma 'fulminante' no terreno dos 'seagulls' e ainda antes dos 10 minutos já venciam por 2-0, com golos do egípcio Mohamed Salah e do capitão Jordan Henderson, aos seis e oito minutos, respetivamente.

O Brighton, ainda a lutar pela manutenção na 'Premier League', conseguiu reduzir no final da primeira parte, por intermédio do belga Leandro Trossard, aos 45 minutos, só que Salah 'bisou' na partida, aos 76 minutos, e 'selou' a 30.ª vitória do Liverpool na competição.

A equipa de Jurgen Klopp passou a somar 92 pontos e repôs a vantagem de 23 para o Manchester City, segundo colocado. Quando faltam disputar quatro jornadas, os 'reds' continuam à procura de superar o recorde dos 100 pontos, marca com a qual os 'citizens' se sagraram campeões em 2017/18, tendo, para isso, de conquistar nove dos 12 pontos que ainda estão em disputa.

Por seu lado, o conjunto orientado por Pep Guardiola, que teve o internacional luso João Cancelo no 'onze', goleou por 5-0 o Newcastle, com tentos do brasileiro Gabriel Jesus (10 minutos), do argelino Riyad Mahrez (21), do espanhol David Silva (65) e de Raheem Sterling (90+1), sendo que, pelo meio, o central argentino Federico Fernández ainda apontou um autogolo (58).

O internacional português Bernardo Silva iniciou a partida no banco de suplentes do City e foi lançado no segundo tempo.

Um golo do central irlandês John Egan, aos 90+3 minutos, ditou a segunda derrota seguida do Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, na visita ao Sheffield United, por 1-0.

O Wolverhampton, que vinha de um desaire com o Arsenal (2-0), não só perdeu a oportunidade de igualar o Manchester United no quinto lugar e de pressionar os 'red devils', que na quinta-feira jogam em casa do Aston Villa, como ainda viu o Sheffield United aproximar-se na classificação.

A equipa comandada por Nuno Espírito Santo mantém-se no sexto lugar, com 53 pontos, a dois do Manchester United, mas agora tem apenas um de vantagem sobre o Sheffield United, sétimo colocado, que voltou a confirmar a 'candidatura' a uma vaga europeia.

Os internacionais portugueses Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Diogo Jota foram titulares nos 'wolves', enquanto Rúben Vinagre, Bruno Jordão e Daniel Podence não saíram do banco.

O Burnley continua empenhado em 'intrometer-se' também nesta luta pelas competições europeias da próxima época, tendo somado a terceira vitória nos últimos quatro jogos, ao bater por 1-0 o West Ham, graças a um golo de Jay Rodríguez, aos 31 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.