com o apoio MEO
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

Há 30 anos, Liverpool conquistava o campeonato pela última vez

Atualmente, com nove jornadas por disputar, os ‘reds’ estão a duas vitórias de voltar a conquistar o título.
Há 30 anos, Liverpool conquistava o campeonato pela última vez
DR

A 28 de abril de 1990, o Liverpool levantou pela última vez o troféu de campeão inglês de futebol. Passaram exatamente 30 anos desse dia. E, numa altura em que os 'reds' se preparavam para colocar um ponto final no 'jejum', eis que o coronavírus pôs tudo em causa.

Recapitulando, na temporada 1989/1990, o Liverpool perdeu apenas cinco jogos ao longo da época e precisava apenas de quatro pontos nas três últimas jornada para conquistar o título, enquanto o Aston Villa, segundo classificado, estava a dois pontos e tinha apenas dois jogos por disputar.

O Liverpool recebeu o Queens Park Rangers (QPR), enquanto o Aston Villa enfrentava o Norwich. Logo aos 14 minutos de jogo, os 'reds' tremeram quando Roy Wegerle inaugurou o marcador para os visitantes. Mas, aos 40 minutos, Ian Rush acabaria por empatar a partida e deixar os homens da casa mais descansados antes do intervalo.

Já na segunda parte, aos 63 minutos, John Barles foi chamado a cobrar uma grande penalidade e sem hesitar marcou o golo que deu a vitória (e o campeonato) ao Liverpool.

Assim que se ouviu o apito final em Anfield, os 'reds' explodiram de alegria, visto que o Aston Villa, que tinha estado a vencer por 3-1, deixou-se empatar por 3-3 e permitiu assim ao Liverpool fazer a festa.

Os festejos foram no entanto um risco, sendo que, quando o jogo terminou em Anfield, o Aston Villa e o Norwich ainda tinham vários minutos de compensação por jogar devido a uma longa paragem por lesão durante o encontro. Mas, para alegria do Liverpool, o jogo acabaria por terminar mesmo com um empate.

O Liverpool terminou assim o campeonato com 79 pontos, fruto de 23 vitórias, dez empates e cinco derrotas, naquela que foi a última temporada de Kenny Dalglish como jogador.

2019/2020

Há 30 anos, o Liverpool conquistou aquele que é o seu 18.º e ainda último cetro inglês, sendo que, então, esse registo valia a liderança do ‘ranking’, com o dobro dos títulos do segundo, o Arsenal, que somou o nono em 1988/89.

A equipa da cidade dos Beatles foi, entretanto, ultrapassada pelo Manchester United, que, sob o comando de Alex Ferguson, arrebatou 13 ‘canecos’ entre 1992/93 e 2012/13, passando a contar 20, mais dois do que os ‘reds’.

Depois de muitos anos a tentar, o Liverpool estava, em 2019/20, muitíssimo perto de acabar com a ‘maldição’, após um percurso a roçar a perfeição, com 27 vitórias, um empate, em Old Trafford (1-1), e uma derrota, já à 28.ª ronda, em Watford (3-0).

O ‘onze’ de Klopp, que tem inclusive vários recordes na mira, totalizava 82 pontos, mais 25 do que o bicampeão em título Manchester City, de Pep Guardiola, que tem menos um jogo disputado e já só pode chegar aos 87, até que o campeonato inglês foi suspenso.

Se a pandemia de COVID-19 inviabilizar o ‘fecho’ da prova e declarar que não haverá campeão em 2019/20, então tudo terá sido em vão, numa época em que o Liverpool já ‘caiu’ das restantes provas, incluindo da Liga dos Campeões, em que defendia o cetro.

Mas nesta altura tratam-se apenas de possíveis cenários, sendo que a única certeza que os adeptos dos 'Reds' podem ter é que 'bastam' duas vitórias para o Liverpool garantir um título que foge há 30 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Neste artigo

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.