O antiguo futbolista do Everton Duncan Ferguson vai voltar a asumir o comando técnico, interino, da equipa de Liverpool, após a saída do espanhol Rafael Benítez.

"Esta é a segunda vez que Ferguson assume um papel interino pelo clube, tendo permitido que os ‘azuis’ somassem cinco pontos em três jogos contra Chelsea, Manchester United e Arsenal em dezembro de 2019", recordam os ‘toffees’.

Na altura, o escocês, de 48 anos, assumiu o Everton na transição entre o português Marco Silva e o italiano Carlo Ancelotti, atual técnico do Real Madrid.

Enquanto futebolista do Everton, Ferguson realizou 260 jogos e marcou 68 golos nos dois períodos que passou pelo clube, entre 1994 e 1998 e, posteriormente, entre 2000 e 2006.

O espanhol Rafael Benítez não resistiu à onda de maus resultados, saindo depois de conseguir apenas um ponto nos últimos 12 possíveis, facto que atirou a equipa para o 16.º lugar da Premier League, com 19 pontos, seis acima da ‘linha de água’.

O Everton promete que o futuro treinador será “anunciado em devido tempo”, numa altura em que os media ingleses falam do interesse na antiga glória Wayne Rooney, atual responsável pelo Derby County, da II divisão inglesa.

Apesar de estar na cauda da competição, com somente 14 pontos, a equipa de Rooney venceu quatro dos últimos cinco desafios, empatando o outro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.