Depois de ter somado os primeiros minutos pelo Manchester United nesta pré-época, no particular frente ao Rayo Vallecano, a imprensa inglesa avança que Cristiano Ronaldo vai sentar-se no banco de suplentes no próximo domingo, diante do Brighton, no jogo que marca o arranque oficial da nova temporada dos 'red devils'.

De acordo com o jornal 'The Sun', Erik Ten Hag considera que o goleador português não tem minutos suficientes para ser titular na partida, pelo que irá manter a aposta no tridente ofensivo formado por Jadon Sancho, Anthony Martial e Marcus Rashford.

Ronaldo deixou Old Trafford antes do fim do jogo com o Rayo Vallecano. Foi fotografado e criticado, mas não terá sido o único
Ronaldo deixou Old Trafford antes do fim do jogo com o Rayo Vallecano. Foi fotografado e criticado, mas não terá sido o único
Ver artigo

O internacional português, recorde-se, falhou grande parte dos trabalhos de pré-época do Manchester United, alegando motivos de ordem familiar, o que levou Ten Hag a reformular a frente de ataque.

No último domingo, Ronaldo apenas cumpriu 45 minutos no particular com Rayo Vallecano e no final Ten Hag admitiu que o português não está ao nível da equipa. "Não consigo dizer nesta altura [o nível de Ronaldo para jogar na Premier League]. Certamente que não está ao nível da equipa neste momento, porque falhou muitas semanas de trabalho. Precisa de jogar e de treinar muito", vincou.

Acusado de egoísmo

Louis Saha, antigo colega de Cristiano Ronaldo no Manchester United nos tempos de Alex Ferguson, criticou o comportamento do goleador português, que acusa de estar "a pensar apenas em si".

"Acho que do ponto de vista do Cristiano é irrealista pedir a um clube deste tamanho que se adapte a ele e aos seus sonhos. No ano passado, se tivesse acontecido magia e tudo tivesse corrido bem, se tivessem ganho a Liga dos Campeões, a Premier League, ele podia ficar dizendo que tinha participado em tudo isso", explicou o francês, em declarações à 'Sky Bet'.

"Não sou o Cristiano, mas como adepto do Manchester United sinto que ele não mostrou tudo e que está a pensar apenas em si. Não vou julgá-lo, porque trata-se de um jogador imenso e não estou na sua posição, mas gostaria que ficasse porque é um grande futebolista", acrescentou Saha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.