A casa do futebolista sueco Victor Lindelof, colega de Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes e Diogo Dalot no Manchester United, foi assaltada na quarta-feira, com a sua mulher e o filho no interior, revelaram hoje os ‘red devils’.

Segundo o relato da companheira do ex-benfiquista, ela escondeu-se com o filho num quarto quando os ladrões entraram na residência, e não sofreram nenhum dano físico, embora tenha descrito a situação como “traumática”.

O assalto foi feito enquanto o atleta disputava um jogo contra o Burnley, e o treinador do Manchester United, Ralf Rangnick, anunciou que Lindelof não vai ser convocado para o encontro deste fim de semana, com o West Ham, para passar tempo com a família e ajudá-los a superar o trauma.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.