Benoit Assou-Ekotto recordou a passagem de André Villas-Boas pelo Tottenham. O antigo lateral esquerdo dos 'spurs' criticou a forma como o português quis mudar tudo na equipa de White Hart Lane.

"Quando chegou, Villas-Boas era jovem e estava a aprender. O problema é que quando ganhas a Liga Europa e chegas ao Tottenham, continuas a pensar que as tuas ideias são as melhores. Mas eu não era o único que não desfrutava. Ninguém entendia um exercício seu com três balizas. Não jogo contra três equipas e três balizas se não me explicares. Não queria ouvir ninguém. Eu disse-lhe: 'Depois do que vou dizer, nunca vais gostar de mim, mas olha, José Mourinho fez Eto'o jogar a lateral'. E penso que foi aí que tudo acabou", recordou o antigo lateral esquerdo, em entrevista ao 'The Athletic'.

Na mesma entrevista, o antigo internacional camaronês disse que não foi jogar para Itália devido ao seu… penteado.

"Teria tido outra carreira se não fosse tão sincero. Seria uma carreira mais aborrecida, certamente. Falei com um clube italiano que me disse: 'Gostamos de ti, mas para nós é difícil explicar o porquê de contratar alguém com o teu penteado'. Por isso fui para Inglaterra. A mentalidade lá é diferente", afirmou.

Benoit Assou-Ekotto esteve oito épocas ao serviço do Tottenham, de onde chegou vindo do Lens. Voltaria a França para jogar no Saint-Étienne e no Metz até terminar a carreira em 2018.

André Villas-Boas esteve apenas época e meia no Tottenham, somando 80 jogos, 44 vitórias e nenhum título conquistado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.