Bafétimbi Gomis foi o herói da vitória do Al Hilal sobre os tunisinos do Espérance de Túnis, nos quartos-de-final do Mundia de Clubes. O atacante francês fez o único golo do jogo e foi festejar em frente a comitiva do Flamengo. Mais tarde explicou que os festejos eram uma mensagem para Jorge Jesus.

"Tenho total respeito e torço pelo Flamengo porque Jesus é meu amigo. Antes do mister deixar Riade, convidei-o para jantar na minha casa, encontrámo-nos, e quando marquei fui mandar uma mensagem: vamo-nos enfrentar e que seja um grande jogo para Flamengo e Al Hila. O Flamengo é uma grande equipa, com grandes jogadores e apenas fui falar com o Jesus. Ele é um pai para mim. Quando jantámos, falei que nos íamos encontrar no campo e agora fui mandar uma mensagem", disse o francês, que foi treinado pelo português no Al Hilal.

Nas meias-finais do Mundial de Clubes, os sauditas vão medir forças com o Flamengo, de Jorge Jesus. Gomis confessa que sabe pouco dos campeões brasileiros e sul-americanos.

"Não sei muitas coisas. Sei que é uma grande equipa , com muitos jogadores talentosos, um grande treinador, muitos adeptos. O que vou falar dos jogadores brasileiros? Que têm muita qualidade. Desejei boa sorte ao Flamengo pelo Twitter e não será um jogo fácil. Não estou a 100 por cento. Fiz uma cirurgia na semana passada, apenas alguns treinos e combinámos jogar somente 20, 30 minutos. Não é fácil, mas pude marcar e ajudar a equipa", atirou o avançado de de 34 anos.

Em Doha, o francês Bafétimbi Gomis, entrado oito minutos antes, marcou o único golo do encontro, aos 73, dando a vitória ao campeão asiático perante o vencedor da Liga dos Campeões africana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.