O Flamengo garantiu esta terça-feira a presença na final do Mundial de Clubes, ao bater o Al Hilal, antiga equipa de Jorge Jesus, por 3-1. O conjunto brasileiro viu-se em desvantagem aos 18 minutos, por culpa de um golo de Al Dawsari, mas, no segundo tempo, deu a volta ao marcador, com tentos do uruguaio De Arrascaeta, aos 49', e de Bruno Henrique, aos 78', e um autogolo de Ali Albulayhi, aos 82'.

Os sauditas foram mais perigosos nos primeiros 45 minutos e, com uma boa organização defensiva, não deram grande margem ao 'Mengão'. Depois de um primeiro aviso aos 16 minutos, o golo do Al Hilal passou de ameaça a realidade aos 18', após um bom entendimento ofensivo: cruzamento da direita de Al Burayk e Al Dawsari, no coração da área, a rematar para o golo. A bola ainda desviou em Pablo Marí e traiu Diego Alves.

A segunda parte começou com o empate do Flamengo (49'), após grande jogada da equipa carioca. Gabigol entregou para Bruno Henrique que entrou na área saudita pela direita para depois assistir De Arrascaeta, que só teve de encostar para o fundo das redes.

O Al Hilal tentou colocar-se novamente em vantagem aos 55 minutos, num grande remate de Andre Carrillo, à entrada da área do Flamengo, que saiu por cima da trave, e depois num livre em posição frontal à baliza de Diego Alves, mas que Giovinco desperdiçou atirando ao lado.

Aos 78 minutos, Bruno Henrique, de cabeça, virou o resultado: cruzamento de Rafinha no lado direito e o extremo a surgir ao primeiro poste a cabecear para o fundo das redes. Pouco depois, Al-Bulayhi (82')marcou na própria baliza, quando tentava evitar que a bola chegasse a Gabigol, selando o 3-1 final para o Flamengo.

O Al Hilal ficou em inferioridade numérica nos últimos minutos, na sequência da expulsão de Carrillo, por entrada duríssima sobre De Arrascaeta.

No duelo decisivo, marcado para sábado, a equipa de Jorge Jesus irá defrontar os mexicanos do Monterrey ou os ingleses do Liverpool que se enfrentam na outra meia-final, marcada para esta quarta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.