Fernando Santos entrou sem rodeios na conferência de imprensa e disse que o Uruguai, adversário de Portugal nos oitavos, é uma equipa “fortíssima”.

“É uma equipa fortíssima em todos os setores. Estamos a falar de uma equipa que não sofreu nenhum golo em 2018. Estudamos bem esta equipa porque, em todas as fortalezas, há forma de entrar. São dois bons coletivos, com jogadores de qualidade. Acredito que Portugal poderá vencer, mas reconheço que o Uruguai tem uma belíssima equipa”, começou por dizer o seleccionador de Portugal, em Sochi, palco do encontro deste sábado.

Fernando Santos pediu ainda que, este sábado, todos os portugueses espalhados pelo mundo, se unissem no momento do hino.

“Sentimos muito este momento de união. Seria interessante se, no momento do hino, déssemos as mãos pelo mundo fora e fizéssemos uma corrente de força, porque a seleção vai precisar”.

O selecionador evitou ainda fazer comparação com o que aconteceu no Euro2016, em que acabou como vencedor da prova, em França.

"São provas distintas. Temos de pensar no jogo de amanhã. É nisso que temos de pensar. Os 'ses' valem muito pouco. Temos de nos focar naquilo que temos de fazer e mo Uruguai, pôr em campo tudo aquilo que preparámos para este jogo. Amanhã ganhamos ou não ganhamos e eu quero ganhar".

Será a segunda vez da equipa das ‘quinas’ em Sochi, depois de ter feito a estreia no Mundial da Rússia no mesmo palco, num jogo em que Portugal empatou com a Espanha a 3-3, com um ‘hat-trick’ de Cristiano Ronaldo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.