Quatro candidatos disputam na quinta-feira, em Maputo, o cargo de presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), em substituição de Feizal Sidat, impedido de concorrer por ter atingido o limite de dois mandatos no posto.

Ao lugar de presidente da FMF concorrem o ex-ministro das Finanças moçambicano Manuel Chang, o presidente da Casa de Moçambique em Portugal, Enoque João, o atual presidente da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), Alberto Simango Jr, e o ex-deputado da Assembleia da República e jurista Teodoro Waty.

O novo presidente da FMF sairá do voto maioritário das 11 associações de futebol do país, para um mandato de quatro anos, renovável por mais quatro, em substituição de Feizal Sidat, que ascendeu ao cargo em 2007, para o lugar de Mário Coluna, ex-capitão do Benfica e da seleção portuguesa de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.