A Liga Norte-Americana de Futebol (MLS) anunciou hoje que mais quatro jogadores testaram positivo para o novo coronavírus, quando falta uma semana para o regresso da competição, parada há quatro meses devido à pandemia de covid-19.

"Nos últimos dois dias, foram testadas 392 pessoas, entre jogadores, treinadores, árbitros, staff dos clubes e da MLS. Deste grupo, quatro elementos testaram positivo, todos eles jogadores", informou a MLS, através de comunicado, sem revelar a identidade dos futebolistas.

Os testes foram realizados à chegada a Orlando, na Florida, onde deverá decorrer, à porta fechada, o torneio que marca o regresso da competição, com início marcado para 08 de julho.

Desta forma, subiu para 24 o número de casos positivos entre as equipas da MLS, que na segunda-feira já tinha anunciado outros 20 jogadores infetados com o novo coronavírus.

Interrompido desde 12 de março, o campeonato da MLS está sujeito a um rigoroso protocolo sanitário desde de que foram retomados os treinos coletivos, em 04 de junho.

O torneio que marca o regresso da competição, denominado ‘MLS is back' (A MLS está de volta) deverá decorrer na Florida, estado para o qual também está agendado, para 30 de julho, o reinício da Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA).

Cinco portugueses atuam atualmente na MLS, com destaque para Nani, que joga no Orlando City, tal como João Moutinho, estando ainda em prova Luís Martins (Sporting Kansas City), Pedro Santos (Columbus Crew) e Jânio Bikel (Vancouver Whitecaps).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 511 mil mortos e infetou mais de 10,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (127.425) e mais casos de infeção confirmados (mais de 2,63 milhões).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.