Há cerca de quatro semanas ao leme do PSG, Mauricio Pochettino tem tido na possível ida do compatriota Lionel Messi para o clube parisiense no final da temporada um dos assuntos sobre os quais mais tem sido questionado.

O assunto volta, naturalmente, a ser abordado numa entrevista do técnico argentino publicada esta sexta-feira pelo jornal espanhol 'Marca'. E Pochetino admite que, naturalmente, o PSG está a estudar a possibilidade de vir a contar com Messi na próxima temporada.

"Respeito os jogadores que pertencem a outras equipas, porque podem ficar chateados e eu entendo isso. Mas sabemos que no mundo do futebol não existem santos, ninguém pode reclamar que cada clube faça o seu trabalho para melhorar a sua equipa. Não podemos ser mais papistas do que o Papa", sublinhou Pochettino.

O técnico abordou igualmente uma possível saída de Kylian Mbappé no final da época, descartando-a. "Boatos há sempre muitos, mas vejo Mbappé no PSG durante muitos anos e é essa a vontade do clube. Contamos com ele enquanto estivermos aqui. Ele está feliz e comprometido com este projeto", garantiu.

Na extensa entrevista concedida à 'Marca', Pochetino abordou ainda o que levou à sua saída do Tottenham, considerando-se vítima do seu próprio sucesso, depois de ter levado o clube londrino à final da Liga dos Campeões.

"O futebol é o hoje e o agora! Os resultados têm de ser imediatos. É difícil assentar em projetos a médio e longo prazo. O projeto do PSG passa por ganhar a Champions e aqui só temos um ano de contrato. No Tottenham tinha contratos de cinco anos, mas isso não significa que acabes por ficar mais ou menos menos tempo no clube. Por vezes acabas por ser vítima do teu próprio sucesso, como aconteceu no Tottenham, por termos superado todas as expectativas", lembrou.

Pochettino chegou, entretanto, a ser apontado como possível treinador de Barcelona ou Real Madrid, mas acabou no PSG. "Falou-se muito disso, mas não foi o que aconteceu. É claro que houve algumas aproximações, mas a proposta concreta e o carinho vieram do PSG. Estou no projeto ideal", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.