Os adeptos do Marselha voltaram a fazer das suas no clássico frente ao PSG. Durante todo o encontro com os parisienses, os adeptos lançaram garrafas e outros objetos em direção aos jogadores do PSG, principalmente em situações de canto. Messi e Neymar foram os mais visados e foi preciso proteção policial para que conseguissem chegar perto da linha.

No segundo tempo, um adepto invadiu mesmo o relvado e travou um contra-ataque do PSG conduzido por Messi.

Os dirigentes e jogadores do Marselha temem punições que podem passar mesmo pela perda de pontos, uma vez que os adeptos do Marselha são reincidentes neste tipo de situações, esta época.

"Não coloco todos os adeptos no mesmo saco. Muitos foram exemplares, outros menos e esses não podem dizer que são adeptos do Marselha, porque sabem que corremos o risco de perder pontos. É triste para o futebol, para nós", lamentou Payet, em declarações ao 'Amazon Prime'.

O líder da Liga francesa de futebol, Paris Saint-Germain (PSG), ficou-se por um empate sem golos na visita ao Marselha, na 11.ª jornada do campeonato, seguindo a sete e nove pontos de Lens e Nice, respetivamente. Com os internacionais portugueses Nuno Mendes e Danilo a titulares, junto ao trio estelar composto por Messi, Neymar e Mbappé, o PSG não conseguiu desfazer ‘nulo’ diante do Marselha (quarto), e teve de lutar com menos um desde os 57 minutos, devido à expulsão do defesa lateral direito marroquino Hakimi.

Violência marca época de futebol na Liga Francesa

Em setembro, a Liga Francesa de Futebol (LFP) proibiu os adeptos do Lille e do Marselha de marcarem presença nos jogos fora das suas equipas até final da temporada, devido aos recentes episódios de violência nos estádios.

Um dos casos mais recente de violência aconteceu num jogo da Liga Europa, no Stade Vélodrome, entre o Marselha e o Galatasaray, interrompido mais de 10 minutos, por causa dos distúrbios causados pelos adeptos das duas equipas.

Já esta temporada, cerca de 50 adeptos do Marselha invadiram o relvado num encontro com o Angers e deslocaram-se à bancada em que se situavam os adeptos rivais e, em agosto, o duelo entre Nice e Marselha foi primeiro suspenso e depois adiado, igualmente devido a problemas vindo das bancadas.

O dérbi do norte entre Lens e Lille também teve problemas, com o comportamento dos adeptos a obrigar a uma interrupção da partida de cerca de 30 minutos.

Além de proibir a presença de adeptos nos jogos fora, a LFP aplicou também aos dois clubes a dedução, de forma suspensa, de um ponto na classificação do campeonato, que será aplicada caso não cumpram o primeiro castigo.

Lens e Angers foram punidos com dois jogos à porta fechada, castigo que já cumpriram nas últimas rondas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.