Neymar vai ficar fora dos relvados durante um mês, na sequência da lesão sofrida no jogo com o Caen, para a Taça de França. O avançado do PSG abandonou a partida ao minuto 60, depois de ter sido alvo de uma entrada dura de Steeve Yago.

Certo é que Neymar tem acumulado vários problemas físicos desde chegou ao PSG, com o jornal L'Équipe a apontar o dedo ao jogador pelo seu comportamento fora das quatro linhas.

"Sério, diligente e rigoroso durante os treinos, o brasileiro crê, talvez com demasiada frequência, que o seu trabalho termina à saída da academia ou do estádio, mal acabam os treinos e os jogos", começa dizer o jornal francês.

A publicação compara ainda a conduta de Neymar com a de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. "Outros grandes jogadores, Ronaldo e Messi por exemplo, não celebram o seu aniversário com grande pompa. Na semana que vem, os dois Bolas de Ouro vão poder defender as cores das suas equipas na Liga dos Campeões. Ao contrário de Neymar", pode ler-se.

Neymar deverá ficar um mês fora dos relvados, falhando assim a primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões frente ao Barcelona. Após saber da extensão da lesão, o brasileiro afirmou publicamente não saber quanto tempo irá aguentar a dureza do futebol francês e as críticas que recebe constantemente.

"A tristeza é grande, a dor imensa e o choro constante. Entristece-me ter de ouvir um jogador, um treinador, um comentador a dizerem: ‘deem-lhe pau’, ‘piscineiro’, ‘bebé chorão’, ‘menino mimado’. Não sei quanto tempo mais vou aguentar", desabafou.

Neymar soma 13 golos em 18 jogos pelo conjunto parisiense na presente temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.