O PSG anunciou esta segunda-feira que dois jogadores do plantel "são suspeitos de infeção por COVID-19".

O campeão francês e finalista vencido da Champions League 19/20 em Lisboa, sem revelar mais informações nem a identidade dos jogadores, acrescentou que ambos os futebolistas estão a cumprir o protocolo sanitário, acrescentando que os dois se encontram bem.

De acordo com o jornal 'L' Equipe', os jogadores infetados com o novo coronavírus são os argentinos Angel Di Maria e Leandro Paredes.

Além destes, o jornal francês sublinha que Mauro Icardi, outro dos argentinos do plantel, poderá estar infetado com COVID-19, já que o ex-avançado do Inter esteve de férias em Ibiza na companhia de Di Maria, Leandro Paredes e ainda Edison Cavani, uruguaio que deixou o PSG no final de junho.

Ainda segundo o 'L´Equipe', Di Maria e Leandro Paredes já estão em isolamento, a cumprir quarentena.

Recorde-se que já na passada semana uma jogadora do Paris Saint-Germain havia testado positivo à COVID-19, falhando então o jogo das meias-finais da Liga dos Campeões feminina, ante o Lyon.

O PSG torna-se, desta forma, no mais recente clube da Ligue 1 a contas com possíveis casos de COVID-19, depois de Marselha, Lyon, Nice, Mónaco, Saint Etienne, Nimes e Rennes terem já confirmado a existência de casos positivos no respetivo grupo de trabalho. A edição 2020/21 da Ligue 1 arrancou a 21 de agosto, tendo já sido disputadas duas jornadas, embora o PSG não se tenha ainda estreado, em virtude da participação na final da Liga dos Campeões.

O início da defesa do título está marcado para dia 10 de setembro, com os parisienses a visitarem o terreno do Lens em partida referente à segunda jornada da prova.

*Artigo atulizado às 18h45

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.