O Shakhtar Donetsk, orientado por Luís Castro, voltou a bater o Wolfsburgo (3-0) e está nos quartos de final da Liga Europa.

Os oitavos de final da segunda prova mais importante de clubes da UEFA foram hoje retomados, depois de terem sido interrompidos em março, devido à pandemia de covid-19.

O ‘carrasco’ do Benfica na ronda anterior tinha vencido na Alemanha por 2-1 e hoje, em Kiev, podia ter dissipado com as dúvidas logo no primeiro tempo, em que foi muito superior, mas o desperdício dos ucranianos foi notório, perante um Wolfsburgo que pouco fez para assustar a baliza de Pyatov.

A melhor oportunidade para a formação treinada pelo português Luís Castro aconteceu à passagem do minuto 25, quando o avançado Marlos enviou a bola ao poste.

No segundo tempo, o Wolfsburgo instalou-se mais no meio-campo ucraniano para tentar inverter o rumo, mas as melhores ocasiões voltaram a pertencer aos ucranianos, que só conseguiram colocar o resultado com números esclarecedores em cima do apito final e num espaço de quatro minutos.

Antes, duas expulsões, uma para cada lado, acabaram por também marcar os segundos 45 minutos. Davit Khocholava (68) foi imprudente ao rasteirar à entrada da área Santos Sá, uma vantagem numérica que os germânicos não souberam aproveitar, já que instantes depois, o norte-americano John Brooks (70) recebeu o segundo cartão amarelo.

Dois golos do avançado Júnior Moraes, aos 89 e 90+3, premiaram uma boa exibição da equipa do Shakhtar, que, pelo meio, ainda teve o suplente utilizado israelita Manor Solomon (90+1) a inscrever o nome na lista de marcadores.

Os comandados de Luís Castro vão defrontar o vencedor do encontro entre Basileia e Eintracht Frankfurt, de Gonçalo Paciência e André Silva, derrotado na primeira mão por 3-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.