Stijn Schaars é um nome conhecido dos adeptos leoninos. O antigo médio passou por Alvalade durante duas temporadas e recorda com saudade a aventura no clube leonino.

O ex-internacional holandês, de 35 anos, desempenha agora a função de treinador na equipa de sub-13 do PSV Eindhoven e não esconde que o embate entre holandeses e leões, que marca a estreia do Sporting na edição deste ano da Liga Europa, se trata de um jogo especial.

"Será um jogo de 50/50. O PSV é muito forte em casa e tem uma equipa de jogadores muito rápidos e talentosos na frente. É engraçado porque está lá o Bruma, com quem partilhei balneário do Sporting. Também tem o Mitroglou, que em Portugal representou o Benfica. Não será fácil para o Sporting jogar no Philips Stadion e penso que tem de ter muito cuidado, tal como o PSC, visto que do outro lado também está uma boa equipa", começou por dizer Schaars, em entrevista ao jornal O JOGO, prosseguindo.

"Como disse, há muita qualidade na equipa do PSV: O Bergwijn, o Gakpo, mas também através do avançado, o Malen. É verdade que perderam jogadores importantes, como o Lozano, mas fizeram contratações de grande qualidade. Será um bom jogo e vai decidir-se nos detalhes, não tenho dúvidas", acrescentou o antigo médio holandês.

Sobre a passagem pelo Sporting, Schaars assume que não acompanha diariamente os assuntos relacionados com os leões - sabia da saída de Marcel Keizer e Bas Dost -, mas recorda com saudade os tempos em que vestiu a camisola dos leões.

"Vivi grandes momentos no Sporting: no meu primeiro anos tínhamos uma excelente equipa e um bom treinador, o Domingos Paciência, assim como um bom adjunto, o Miguel Cardoso. Não percebi a razão do seu despedimento, mas são coisas que acontecem no futebol. É verdade que nessa época perdemos a final da Taça de Portugal [0-1, contra a Académica], mas também fizemos uma grande campanha na Liga Europa, onde eliminámos o Manchester City e outras equipas de qualidade, como o Metalist. As meias-finais com o Atlético de Bilbau são outro dos momentos marcantes, apesar de não termos conseguido passar à final", atirou, antes de deixar uma mensagem aos adeptos leoninos.

"Aos adeptos do Sporting, quero dizer que continuo a ser um de vós, que gostei muito de ter jogador em Portugal e que foi aí que passei os melhores anos da minha carreira. Desejo-lhes felicidades e que o Sporting possa conquistar muito no futuro", concluiu.

Recorde-se que Schaars jogou no Sporting entre 2011 e 2013 e notabilizou-se pelos seis golos e doze assistência em 66 jogos com a camisola dos leões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.