Declarações de Carlos Carvalhal, treinador do SC Braga, à Sport TV, após o empate (3-3) com o Leicester, no Estádio Municipal de Braga, da 4.ª jornada da Liga Europa.

"Foi um grande jogo de futebol, pena não ter público. Foi uma primeira parte muito boa da nossa parte, onde o resultado pecava por escasso. Podíamos e devíamos estar na frente por mais, não fossem aquelas duas defesas do Schmeichel. O Leicester aproveita um erro nosso, pois teve muita dificuldade em criar. Esperávamos uma reação deles na segunda parte, altura na qual começaram a meter mais jogadores frescos. Nós foi no sentido inverso, com jogadores recuperados de lesão em campo, fomo-nos desgastando, e depois com a lesão do Nico. Os substitutos dos interiores não temos opções e necessitávamos de ter frescura para os travar. Pelo mérito deles, empurrou-nos para trás, chegou ao 2-2, nós ainda conseguimos virar para 3-2 e no último segundo chega o 3-3. O resultado ajusta-se pela primeira parte que fizemos e pela segunda que eles fizeram. E é justo dizer que nós a conseguir a vantagem merecida ao intervalo poderia ter sido tarde para o Leicester na segunda. Mas viu-se um SC Braga a jogar olhos nos olhos contra uma equipa que era a líder do melhor campeonato do Mundo. Uma equipa fortíssima, com plantel absolutamente fantástico. Disputámos o jogo olhos nos olhos, sem receio, marcando três golos contra uma equipa que sofre poucos. Estamos de parabéns, os meus jogadores foram estoicos e fizeram um jogo fantástico."

[Goleada sofrida em Leicester] "Já falámos desse jogo. Jogo com um enquadramento diferente. Veio numa sequência muito grande de jogos, a energia não era a melhor. Agora tivemos mais tempo para nos preparar. A intenção era vencer o adversário, tivemos essa intenção, ate pelo onze inicial, extremamente ofensivo."

[Entrada dos pesos pesados do Leicester na 2.ª parte] "Temos sempre a intenção de ganhar. Não foi pelo Vardy [autor do 3-3], o Iheanacho fez dois golos no outro jogo. O plantel deles é todo ele muito valioso. Sentimos dificuldade para refrescarmos no capítulo dos interiores. Conseguimos o 3-3. O que aprendemos em Leicester é que não podemos jogar com uma formação com esta valia e abrir a equipa. Procurámos fazer com o Leicester o que fazemos com as equipas do campeonato. Não podemos fazê-lo. Foi a ilação que tirámos."

"Com uma vitória tínhamos praticamente resolvida a passagem, o empate dá-nos boas perspetivas. Temos tudo em aberto para passar e temos isso na nossa mão."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.