Dia D para Cristiano Ronaldo, pelo menos no que toca à sua presença (ou não) no encontro desta quarta-feira da Juventus frente ao Barcelona, em Turim, para a 2.ª jornada da Liga dos Campeões.

O internacional português continua infectado com o vírus SARS-CoV2 e a sua presença no encontro depende do resultado do teste que efetuar esta terça-feira. Se o avançado internacional português voltar a testar positivo, não poderá definitivamente dar o seu contributo à 'Vechia Signora', mas um eventual teste negativo deverá levar o treinador, Pirlo , a sentir-se tentado a apostar em CR7, mesmo vindo este desta paragem forçada, que já dura deste 13 de outubro, dia em que testou pela primeira vez positvo ao novo coronavírus, durante o estágio da Seleção.

O facto de Cristiano Ronaldo se encontrar assintomático e, segundo as informações que têm vindo a ser tornadas públicas, com níveis de carga viral muito reduzidos, de acordo com a 'Sky Sports', dão esperança aos adeptos 'bianchoneri'.

Ronaldo encontra-se em isolamento profilático desde 13 de outubro, rumando a Itália no dia seguinte ao primeiro teste positivo, e tem vindo a treinar regularmente a solo na sua casa em Turim. Para já, e depois de ter falhado o Portugal-Suécia, falhou também os embates da Juve ante Crotone, Dínamo de Kiev e Hallas Verona, que resultaram em dois empates (nas partidas da Serie A) e uma vitória (no encontro da 'Champions', em Kiev).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.