O presidente do Nápoles, Aurelio De Laurentiis, afirmou em declarações à imprensa italiana que houve manobras de bastidores apadrinhadas pela UEFA para ajudar o Real Madrid e o Liverpool a chegarem à final da Liga dos Campeões.

"Lamento muito o que aconteceu na Europa. É fácil pensar mal, mas no futebol há muitos interesses económicos. Talvez fosse mais importante ter um jogo entre Real Madrid e Liverpool do que entre Roma e Bayern. Espanha e Inglaterra são os países mais importantes do ponto de vista futebolístico, uma final com as suas equipas leva muito mais dinheiro para os cofres da UEFA, dá mais audiências", garantiu o dirigente, em declarações ao jornal transalpino 'Corriere della Serra'.

"Com o videoárbitro a Roma teria chegado ao prolongamento, e o Bayern, pobrezito, teve de fazer as malas embora não tivessem assinalado um penálti do tamanho de uma casa", acrescentou.

Continuidade de Maurizio Sarri no Nápoles

Aurelio De Laurentiis afirmou ainda que não tem a certeza sobre a continuidade de Maurizio Sari no comando técnico do Nápoles, garantindo que já esteve a ver possíveis sucessores em vários países, entre eles em Portugal.

"Falei com Sarri relativamente a contrato e pediu-me que esperasse. Se decidir continuar, estarei contente. Em caso contrário, assegurarei que pagarão a sua cláusula [tem contrato até 2020]", começou por referir o presidente.

"Estivemos a sondar o mercado desde outubro, tanto em Itália, como na Europa. Vimos opções em Portugal, Espanha, França, Alemanha e Rússia", disparou De Laurentis. Se quisermos continuar no mesmo seistema, Marco Giampaolo, Simone Inzaghi e Leonardo Semplici são todos interessantes", acrescentou.De Laurent

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.