A UEFA anunciou esta segunda-feira que a partida da próxima quarta-feira entre Paris Saint-Germain e Borussia Dortmund, a contar para a 2.ª mão dos 'oitavos' da Liga dos Campeões, será realizada à porta fechada, assim como o encontro entre Olympiakos e Wolverhampton da Liga Europa.

O bicampeão e líder destacado da liga francesa recebe na quarta-feira o Borussia, segundo classificado do campeonato alemão, na segunda mão dos ‘oitavos’ da principal prova europeia de clubes, depois de ter perdido por 2-1 em Dortmund, no primeiro confronto, num encontro sem adeptos tal como já tinha sido anunciado pela polícia de Paris.

A partida, que decorrerá no Parque dos Príncipes, junta-se a uma já longa lista de jogos realizados à porta fechada, como o Valência-Atalanta (que se realiza no mesmo dia) ou o Inter-Getafe, para a Liga Europa.

Já a receção de quinta-feira do Olympiakos, de Pedro Martins, ao Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, dos oitavos de final da Liga Europa já tinha sido anunciada como interdita a adeptos, assim como todos os jogos da liga helénica, que também inclui o PAOK Salónica, de Abel Ferreira.

Depois da Itália, a Grécia foi o segundo europeu a recorrer a interdição dos estádios, enquanto a Suíça interrompeu os jogos da liga helvética.

Também o Barcelona - Nápoles, do próximo dia 18, está em risco de ser realizado sem público.

No mesmo comunicado, a UEFA anunciou ainda que o encontro entre o Inter e o Rennes da UEFA Youth League não vai ser disputado por recusa do clube italiano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.