com o apoio MEO
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

City vence recurso e vai poder estar na 'Champions' em 2020/21

'Citizens' tinham sido banidos das competições europeias por dois anos devido ao fair-play financeiro.
City vence recurso e vai poder estar na 'Champions' em 2020/21
SAPO Desporto

O Manchester City vai poder jogar nas competições europeias depois de vencer o recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) contra os dois anos de suspensão das competições da UEFA, depois de, no passado dia 14 de fevereiro os atuais campeões ingleses verem a UEFA decretar o seu afastamento das provas europeias por duas épocas - 2020/2021 e 2021/2022.

O City tinha sido banido pela UEFA e punido ainda com uma multa de 30 milhões de euros. Em causa estava uma violação grave dos Regulamentos de Licenciamento e do Fair Play Financeiro entre 2012 e 2016, que começou a ser investigada a 7 de março de 2019, depois da divulgação de correspondência do Manchester City por parte de vários meios de comunicação social, em particular do jornal alemão 'Der Spiegel' que publicou uma série de documentos que apontavam para uma injeção de dinheiro por parte de Sheikh Mansour, dono do clube, num valor acima do permitido pela UEFA e pelas regras do Fair Play Financeiro.

O City, na altura, saudou a decisão da UEFA - através da Comissão de Controlo Financeiro de Clubes - de abrir investigação ao processo, uma vez que deste modo iria "encerrar a especulação que resulta de um ataque informático ilegal" e da "publicação de 'e-mails' do City fora do contexto".

As perdas financeiras para o Manchester City decorrentes de uma ausência das provas europeias excederiam em muito os 100 milhões de euros por ano e não deixaria de ter consequências nefastas para o clube, tendo em conta que a Liga dos Campeões serve como uma vitrina para os proprietários do clube, que são dos Emirados Árabes Unidos.

O City tem uma vantagem de 14 pontos sobre o quinto classificado Manchester United na Premier League e já garantiu a qualificação para a Liga dos Campeões.

Independentemente do resultado do recurso, o City poderia mesmo assim completar a sua campanha de 2019/2020 na Liga dos Campeões.

A equipa de Guardiola tem uma vantagem de 2-1 sobre o Real Madrid depois da primeira mão dos 'oitavos' e recebe os espanhois no dia 7 de agosto na 2.ª mão.

O torneio será completo com uma 'final 8' em Lisboa, com o Manchester City a defrontar a Juventus ou o Lyon nos quartos-de-final, se ultrapassarem o Real.

Outro grande clube europeu, o AC Milan, de Itália, foi afastado das competições europeias na época em curso depois de violar as regras do ‘fair-play' financeiro, uma decisão da UEFA que seria ratificada em junho de 2019 pelo TAS.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Neste artigo

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.