As autoridades francesas identificaram 148 pessoas, das quais 108 foram detidas, na sequência de desacatos ocorridos na noite de domingo e a madrugada de hoje, em Paris, durante e após a final da Liga dos Campeões de futebol.

Os confrontos tiveram início nas imediações do Parque dos Príncipes, o estádio do Paris Saint-Germain, que perdeu a final disputada em Lisboa frente ao Bayern Munique, por 1-0, e nos Campos Elísios, onde foram partidas montras de lojas e incendiados automóveis.

O Ministério do Interior de França revelou, num ‘tweet’ em que alude “à selvajaria de certos delinquentes”, que “16 polícias ficaram feridos, 12 lojas atacadas e uma quinzena de veículos vandalizados”.

A polícia local disse ter feito “404 advertências para o uso de máscara de proteção individual, nos locais obrigatórios”.

Na sua estreia em finais da 'Champions, o Paris Saint-Germain perdeu no domingo, no estádio da Luz, em Lisboa, frente ao Bayern Munique, por 1-0, com um golo do francês Kingsley Coman.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.