Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Com a 'final 8' a arrancar já esta quarta-feira na capital, mostramos-lhe algumas das regras impostas pelo UEFA, para que os jogos se realizem da forma mais segura possível, no intuito, de não promover infeção por coronavírus.

Como é que está a situação pandémica em Portugal?

Até esta terça-feira, dia 11 de agosto, são 1.761 o número de vítimas mortais desde o início da pandemia em Portugal devido ao novo coronavírus. De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde, também nesse dia foram ainda diagnosticados 120 novos casos do novo coronavírus. No total, há registo de 52.945 infetados, dos quais 38.760 já recuperaram. Em Lisboa, cidade onde via decorrer a 'final 8' são proibidas reuniões com mais de dez pessoas, contra 20 no resto do território. As lojas e bares fecham às 20h00

Qual é o acolhimento que Portugal faz a quem vem de fora?

As fronteiras de Portugal estão abertas a todos os países da União Europeia e “o sistema de saúde português tem boa capacidade de resposta”, frisou esta terça-feira António Costa. O Primeiro-Ministro disse ainda que está garantida a segurança pública e sanitária, durante a inédita ‘final a oito’ da Liga dos Campeões de futebol, que vai decorrer em Lisboa, de 12 a 23 agosto.

Vai haver público nas bancadas?

Não, à semelhança do aconteceu no regresso da I Liga, os jogos vão ser à porta fechada e sem público nas bancadas.

Como será feita a segurança das equipas, para impedir a aproximação dos adeptos?

A Polícia de Segurança Pública (PSP) está a montar uma megaoperação para a final 8 que arranca já. O foco da PSP vai estar nas hotéis onde as equipas vão ficar hospedadas, os locais de treino e também os estádios. Mas não só. Isto de forma a prevenir os contactos entre adeptos e jogadores.

Como funcionam as testes?

Todos o staff, onde se incluem, jogadores, equipa técnica e outros vão ser submetidos ao dois ou três dias antes de viajarem para Lisboa. Há três baterias de testes para detetar a presença do novo coronavírus: Um antes da partida para Lisboa, outro à chegada, e outro na véspera dos jogos. Os resultados serão conhecidas nunca antes de seis horas antes do encontro.

Se um jogador apresentar sintomas?

Qualquer participante que desenvolver sintomas ou testar positivo por COVID-19 deve ser isolado imediatamente em seu hotel e entrar em contacto com as autoridades de saúde locais.

E se vários jogadores testarem positivo?

Para uma equipa conseguir jogar precisa que 13 atletas testem positivo, onde se inclui um guarda-redes. Caso não estejam disponíveis 13 atletas na lista A, a UEFA pode adiar a partida. Se a partida não for adiada, a equipa que não tiver 13 jogadores ditos saudáveis perde o encontro por 3-0.

Aquecimento dos jogadores

Os primeiros exercícios de aquecimento serão feitos fora do relvado. a ideia é salvaguardar os tapetes verdes, já que só há dois palcos para a competição: O estádio de Alvalade e o da Luz.

Como é que vai ser feita a entrada das equipas em campo?

As equipas entram ser em campo separados por intervalos não superiores a dois minutos e meio.

Quem pode entrar no estádio?

Cada comitiva tem autorização para incluir 45 pessoas por jogo, entre todo o staff, dirigentes e jogadores. Para além disso vão estar no estádio em número limitado, autoridades, stewards e jornalistas. Será medida a temperatura de cada pessoa que entrar no estádio no dia da partida ou na véspera. Para além disso, todos vão preencher uma ficha epidemiológica, desinfetar as mãos e utilizar máscara. Isto à semelhança do que se passou nos jogos da I Liga.

Desinfeção de estádios e balneários

Deverá haver distância e circulação de ar nos balneários. Deverá haver espaços para cada um dos intervenientes, desde funcionários a fisioterapeutas de forma a poder respeitar-se a distância social. Tudo terá que ser desinfetado antes do jogos.

Regras para os árbitros

Os árbitros e todo o staff da UEFA devem respeitar a distância social durante as viagens e os jogos e utilizar uma máscara. Os árbitros serão sujeitos a testes ao novo coronavírus.

E em relação aos apanha-bolas? Há regras?

Poderão ser utilizados quatro a seis, já que os estádio da Luz e de Alvalade não dispõem de pista de atletismo. Devem usar máscara, manter a bola no chão o máximo possível, desinfetar as mãos antes e depois do aquecimento e antes e depois de cada parte do jogo, e manter uma distância de pelo menos dois metros dos jogadores.

Desinfeção das bolas

Todas as bolas devem ser desinfetadas após o aquecimento se forem usadas durante o jogo e no intervalo. As bolas são desinfetadas a 10 minutos do início das partidas, às 19h50.

Lisboa, com o Estádio da Luz, que receberá a final, em 23 de agosto, e o Estádio José Alvalade, foi a cidade escolhida para receber os encontros desta inédita ‘final a oito’, que tinha o embate decisivo marcado para Istambul.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.