Xavi Hernandez, que treina atualmente o Al-Sadd no Qatar, afirmou que o seu "principal objetivo" é treinar o Barcelona onde ganhou vários troféus, mas que está focado no seu atual trabalho.

Xavi adiantou também que está "bem" depois de ter testado positivo para o novo coronavírus.

"Não o escondo e sempre o disse, que o o meu principal objetivo, quando acontecer, é o 'Barça'. É a minha casa e seria um sonho", disse Xavi numa entrevista publicada esta terça-feira no jornal espanhol 'Marca'.

"Mas agora estou focado no Al-Sadd, entusiasmado pela nova época. Quando o 'Barça' vier, a curto ou a longo prazo, virá", disse, acrescentando que não quer destabilizar o atual treinador, Quique Setien.

"Acima de tudo, temos de respeitar Quique Setien e desejo o melhor à equipa", disse Xavi. "Às vezes o 'Barça' jogam muito bem, às vezes bem e outras vezes não tão bem. Mas eu gosto da ideia de Setien, agora e nas suas equipas anteriores: dominar e fazer um jogo bonito".

O nome de Xavi tem surgido repetidamente com um substituto de Setien, mas o presidente do clube Josep Maria Bartomeu insiste que vai manter o seu treinador.

"Tenho uma excelente relação com o Xavi e falámos sobre vários assuntos. Mas no próximo ano Quique Setien tem um contrato e foi a ele que contratamos", disse Bartomeu ao jornal espanhol 'Mundo Deportivo' no passado domingo.

Xavi tem estado em quarentena no Qatar depois de contrair a COVID-19.

"Sinto-me bem, apesar de isolado, logicamente. Mas espera voltar aos treinos em breve", disse.

Xavi, que jogou pelo Al-Sadd entre 2015 e 2019 antes de se tornar o treinador da equipa, afirma que o Qatar vai receber um "histórico" Mundial em 2022.

"Vai ser um Mundial histórico, sem dúvida. As pessoas vão ficar surpreendidas com o país. No geral, existem muitos preconceitos e muito criticismo infundado. O Qatar tem tudo: um pequeno, hospitaleiro e generoso país", afirmou.

O ex-jogador acrescentou estar ansioso por ver o antigo colega no Barcelona, Lionel Messi, a jogar no Mundial.

"Vejo o Leo jogar até quando quiser. Fisicamente ele é rápido, forte, uma 'besta' competitiva, um 'animal' físico. Não tenho dúvidas que vai jogar em Qatar 2022", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.